Golpe do Empréstimo Falso: 5 Dicas Para Não Cair nessa furada

Crime torna-se cada vez mais comum, ainda mais durante período de isolamento

Por: Plusdin em 06/09/2020
Golpe do Empréstimo Falso

Diante da crise financeira causada pelo novo coronavírus, precisamos redobrar nossa atenção em relação ao golpe do empréstimo falso que tem crescido, pois os criminosos não entraram de quarentena.

A diretora do PROCON de Extrema -MG Dra. Christiane Gomes Caiado, acredita que os indivíduos na grande maioria negativados se iludem pela rápida oferta de dinheiro sem consulta ao SPC (serviço de proteção ao crédito) e acabam caindo em um Golpe, simplesmente por falta de informação.

“Observamos que quase todos os empréstimos rápidos e fáceis – para não dizer todos –, seguem um padrão, em geral”, afirma a advogada. Na maioria das vezes, os golpistas ainda pedem um depósito antecipado, afirmando que é uma caução do contrato.

Como identificar o golpe do empréstimo falso?

Se você está precisando de um empréstimo e não quer correr o risco de cair em Golpe, preparamos esse artigo para te ajudar a identificar e evitar uma fraude. Leia abaixo.

——

Caro leitor, vale ressaltar que nós do Plusdin não fazemos nenhum empréstimo. Nossa proposta como empresa é ajudar você a encontrar um produto financeiro que faça sentido para sua realidade. Como funciona? Criamos uma inteligência artificial que após receber suas informações encontra o empréstimo ou cartão de crédito que cabe nas suas necessidades. Ok?

Então, para reforçar, nós do Plusdin não oferecemos empréstimo. Apenas fazemos indicações!

Boa leitura!

Quer saber o que fazemos e se somos confiáveis? Confira neste conteúdo!

——

1 – Cuidado Com Suas Caixas de Entrada

Uma coisa é fato, seu banco ou qualquer outra instituição financeira confiável não enviará mensagens por você via WhatsApp, email ou SMS solicitando informações pessoais em troca de crédito.

Se você precisa de empréstimo, você deve ir atrás do banco, e não o contrário. Por isso, desconfie de ligações telefônicas, anúncios ou mensagens que oferecem este serviço em troca de informações imediatas. Mantenha seu nome, CPF, endereço e telefone longe desse tipo de abordagem, e verifique a origem antes de se comprometer.

2 – Vá Para as Mídias Sociais

As mídias sociais (Instagram e Facebook), e os sites especializados em avaliações de clientes como Reclame Aqui são grandes aliados na hora de pesquisar sobre o histórico da empresa. Com eles você pode avaliar quantas publicações e empresa já fez, quais são as maiores reclamações, quantos seguidores tem e inclusive, o índice de soluções de problemas com o cliente.

Outra dica importante é: pesquise no Banco Central do Brasil se a instituição que você quer pegar um empréstimo está de fato regularizada, você pode entrar no site do Bacen ou ligar para o número 145 para confirmar.

3 – Descubra se o Site é de Confiança

Sabe o endereço da sua página na internet conhecido como URL? Então, os sites com protocolos de segurança possuem o “S” no final do “http”, e neles você consegue visualizar um cadeado fechado desenhado nessa barrinha, indicando conexão segura.

Se ainda tiver dúvidas, no fim da página da empresa é costume ter o CNPJ da mesma, então você também pode analisar sua regulamentação e processos usando este número.
Além disso, você nunca pode passar informações como a senha do seu cartão do banco seja pela internet ou presencialmente, pois esta é mais uma maneira de invadir sua privacidade e roubar de você. Garanta também que o antivírus do seu computador ou smartphone esteja atualizado.

4 – Não Dê Dinheiro

De maneira alguma realize um depósito adiantado!

Quanto mais atraente é a oferta, maiores as chances de golpe do empréstimo falso, por isso, mesmo que a pessoa te ofereça excelentes condições de pagamento e dinheiro rápido, se for pedido uma transferência ou pagamento antecipado, desvie da tentação e não feche contrato.

De acordo com dados do Departamento de Atendimento ao Cidadão do Banco Central, “o golpe do depósito antecipado é um dos que mais fazem vítimas no país”, e geralmente as desculpas mais usadas pelos golpistas para esse pedido são:

  • Score baixo do cliente;
  • Cobrir taxas de cartório;
  • Taxas bancárias, seguradoras;
  • Como primeira parcela do empréstimo.

Independente da “desculpa”, evite este tipo de negócio e procure denunciar esse ato ilegal.

5 – Não Aceite Pagar as Parcelas do Empréstimo em Contas Físicas

Sabemos o quanto é chato ficar sem dinheiro, e muitas vezes fechamos negócio sem verificar todos o passos.

O local onde seus depósitos serão realizados mensalmente a fim de pagar o empréstimo também deve ser motivo de cuidado, pois toda empresa séria tem seu CNPJ cadastrado e paga os impostos regularmente.

Portanto, caso o destino do seu dinheiro seja uma conta cadastrada em nome de pessoa física, significa que algo não está correto, então para evitar dor de cabeça e focar na sua segurança, recomendamos que evite este tipo de acordos.

Caí no Golpe do Empréstimo falso, e Agora?

Se você já caiu em um Golpe de empréstimo, saiba que o mesmo é caracterizado por crime de estelionato, e deve ser denunciado. Existem algumas medidas que são necessárias para te respaldar e ajudar outras pessoas para que o mesmo não aconteça com elas, por isso é recomendado que você:

1 – Denuncie na Delegacia

Vá a delegacia mais próxima levando todos os comprovantes e documentos da transação: conversas, prints de imagens, formulários, comprovantes de depósitos recibos e contratos são válidos. Explique seu caso e mostre as provas e solicite um Boletim de Ocorrência (BO), assim você colabora com as investigações, alerta sobre o fraude e ajuda a polícia a desmembrar estas quadrilhas.

2 – Vá ao Procon

Com o B.O em mãos, é muito rápido registrar a fraude na Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da sua cidade. Esse processo é rápido e pode ser feito tanto presencialmente, quanto pela internet, basta entrar no portal específico do local onde mora.

3 – Denuncie Para o Google

Todas as páginas de “phishing” – tentativa fraudulenta de obter informações confidenciais se passando por uma entidade confiável – podem, ser denunciadas ao Google, a fim de evitar que elas disseminem e prejudiquem outras pessoas.

4 – Comente no Reclame Aqui

Como já falamos, este site é especialista em divulgar opiniões e notas dos clientes sobre quaisquer serviços oferecidos pelas empresas, então como você gostaria de ter sido alertado antes, não custa nada relatar sua experiência, dar uma nota baixa para a empresa, e ajudar a evitar que a situação aconteça novamente.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

84 Comentários