5 Motivos Para Te Convencer a Migrar Para um Banco Digital

5 Motivos Para Te Convencer a Migrar Para um Banco Digital
Por: Da Redação em 09/02/2021

O mundo está mudando, de maneira muito rápida, nos últimos anos, principalmente no que se refere à questão digital. E parece que neste ano específico, um período em que infelizmente vivemos uma pandemia de Coronavírus que assola os cinco continentes do mundo, estamos tendo que acelerar ainda mais a digitalização da sociedade. E os bancos não ficam de fora desse processo evolutivo pelo qual nossa sociedade está passando.

Se você ainda não é um adepto da digitalização bancária, confira, a seguir, os cinco motivos para trocar seu banco físico por um banco digital. A praticidade, falta de burocracia, atendimento a qualquer tempo e cobrança de menos taxas estão entre os benefícios.

Quer saber mais? Siga conosco! Na sequência, tudo o que você precisa saber para ver se, de fato, um Banco 100 % digital se encaixa em sua vida e sua necessidade!

Como as contas digitais funcionam?

O banco digital é como um banco tradicional, porém seus serviços bancários são totalmente digitalizados, normalmente por aplicativo de celulares. Os bancos digitais são seguros e sem riscos, mas a digitalização os faz mais eficientes, além de trazer muitas facilidades para seus clientes.

Com um banco digital você pode, dentre outras comodidades, transferir dinheiro, pagar boletos e até mesmo solicitar empréstimos sem sair de casa, tudo pelo celular. Olhando para o futuro do setor bancário, ser digital não é mais uma opção para as instituições financeiras que desejam sobreviver, e sim uma obrigação.

Digitalizar-se significa converter em formato digital qualquer coisa que seja manual ou em papel. E o banco digital é um banco totalmente diferente do que estávamos acostumados. A começar que não é burocrático, mas disso vamos falar mais para a frente.

É seguro deixar seu dinheiro em uma conta digital?

Se você tem essa preocupação, saiba que não está sozinho nesta empreitada. A maioria das pessoas que tem medo de abrir uma conta digital, tem receio exatamente por esse motivo. Muitas pensam e "se alguém me hackear" ou "se o banco falir?".

Primeiramente, saiba que os bancos digitais possuem mecanismos eficientes de segurança como a criptografia. Isso impede que alguém hackeie sua conta. Além disso, os bancos digitais utilizam métodos adicionais de segurança como confirmar transações por códigos SMS.

E se você tem a preocupação do caso de o banco falir, saiba que o risco é o mesmo para bancos físicos ou digitais, graças as normas do Banco Central. Os bancos digitais no Brasil em operação são certificados pelo BC, e por isso contam com a segurança do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

O Fundo Garantidor de Créditos é uma entidade privada e sem fins lucrativos que administra mecanismos de proteção a titulares de crédito contra possíveis falências de instituições financeiras. A entidade garante o pagamento caso o banco digital não consiga honrar com seus compromissos.

Por fim, como você faz tudo de casa, é importante salientar que ao ter uma conta digital e fazer tudo pelo aplicativo, você corre menos risco de levarem seu dinheiro em um assalto ou roubo.

Cinco motivos para a escolha pelo banco digital

1. Menos taxas

A grande maioria dos bancos digitais isenta seus clientes daquela taxa de manutenção de conta. E vamos ser sinceros, se o banco já ganha tanto com juros e taxas em cima das nossas transações, qual o sentido de pagarmos apenas por ter uma conta naquele banco, não é verdade?

Embora os bancos tradicionais tenham uma estrutura muito maior, que demanda mais gastos, muitas taxas não fazem sentido. E os bancos digitais, ao isentarem esta taxa dos seus clientes, provam que é possível operar sem cobrar a taxa de manutenção de conta. Mas para além da taxa de manutenção de conta, existem outras tarifas bancárias que os bancos digitais não cobram, ou cobram menos, como as transferências TED.

2. Sem filas

Uma conta no banco digital não só é mais barata, mas também faz você economizar tempo e dor de cabeça. Isso porque não tem filas, onde você perde um tempão, para resolver pequenas questões, como a própria abertura de conta ou o pedido de um cartão de crédito.

No banco digital é tudo feito a partir do smartphone, e por mais que você tenha que esperar um pouco, como no caso de uma aprovação em um cartão de crédito, você não precisa ficar em uma fila para isso.

3. Suporte online em horários diferenciados

Grande parte dos bancos digitais tem suporte online muito superior aos dos bancos físicos tradicionais. Além de poder acessar o suporte pelo próprio aplicativo, em vez de ter que ir em uma agência, em Vários deles você pode acessar até mesmo aos finais de semana e em horários diferenciados, como à noite por exemplo.

4. Sem qualquer burocracia

Assim como no caso das filas, outro grande motivo para você trocar seu banco físico por um banco digital é que no banco digital a burocracia é muito menor. Para abrir sua conta por exemplo, você não precisa escanear nenhum documento. Basta uma foto simples do seu RG e uma selfie sua.

Além disso você resolve tudo online. Suponha que você tenha errado a senha do seu cartão três vezes, ao fazer uma compra no débito. Neste caso, basta acessar o app do banco e entrar em contato com o suporte para resolver o problema e criar uma nova senha. Já em uma conta de um banco físico, caso você erre a senha, terá que ir a uma agência, em um dia e horário comercial e ficar em uma fila para resolver este problema.

5. Melhor rendimento e possibilidade de aplicações

Seja um rendimento melhor que a poupança ou a possibilidade de aplicar o seu dinheiro pelo próprio app, vários bancos digitais dão melhores opções de fazer o seu dinheiro render do que os bancos físicos.

No Nubank, que é o maior banco digital independente do Brasil, o rendimento do dinheiro na conta digital é 100% do CDB. O CDB é o Certificado de Depósito Bancário. Ele é um investimento de renda fixa que tem rendimento maior do que a poupança.

Já no Banco Inter, você ter a opção de investir seu dinheiro em renda fixa, renda variável, fundos de investimento, previdência privada e grupos de investimento. Aqui os rendimentos são até maiores que o CDB, que já é maior que a poupança. Excetuando-se o CDB do banco Inter, você terá que deixar o dinheiro investido por um prazo determinado.

Ainda assim, vale muito mais a pena do que deixar o dinheiro na poupança. Lembrando que a poupança está tento um rendimento muito baixo neste ano devido à queda da taxa Selic.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*