Caixa Terá Descontos de 25% e 50% Para Parcelas de Financiamentos Imobiliários 

Veja como é fácil adquirir seu imóvel aproveitando as baixas taxas de juros.

Caixa Terá Descontos de 25% e 50% Para Parcelas de Financiamentos Imobiliários 
Por: Da Redação em 18/12/2020

Desde o mês de março, a Caixa Econômica Federal vinha promovendo uma medida que suspendeu totalmente o pagamento do financiamento imobiliário.

A pandemia do novo coronavírus motivou essa decisão. As prorrogações vinham acontecendo de forma regular a cada 180 dias.

No entanto, dessa vez, a Caixa permitirá a retomada das parcelas, mas possibilitando descontos para o pagamento parcial dos valores, em duas linhas de crédito.

A primeira para descontos de 25% por seis meses; e a segunda para descontos de 50% por três meses. 

Aquecimento Mercado Imobiliário

Cada cliente terá o caso analisado pela CEF para o estabelecimento do desconto a ser aplicado.

Apesar do ‘congelamento’ neste ano, a Caixa confia no reaquecimento do mercado imobiliário para 2021, algo que já vem acontecendo nos últimos meses de 2020.

Para tanto, a instituição financeira já trabalha para a concessão de mais de R$ 14 bilhões em crédito imobiliário por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

Vale lembrar ainda que a Caixa reduziu os juros para o SBPE, o que torna ainda mais vantajoso adquirir um imóvel. 

Para se ter ideia, o financiamento por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo registrou uma queda de até 0,5% ponto percentual com a redução da taxa de juros.

Outra medida para aquecer o mercado é o aumento do programa de carência da compra de imóveis novos.

A Caixa já atingiu o valor histórico de R$ 500 bilhões em crédito habitacional. Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, o crescimento no saldo da carteira de crédito habitacional da Caixa foi de 13,4% desde janeiro. 

Esse é o Melhor Momento Para Comprar Um Imóvel?

A julgar pelas taxas oferecidas, sim.

Se uma pessoa hoje quiser financiar 50% de um imóvel com valor de venda de R$ 840 mil, por exemplo, o patamar da taxa de juros do crédito imobiliário se encontra em 7% ao ano (0,56% ao mês).

Dessa maneira, em um cálculo simples, a primeira parcela mensal cai 23%, assim como todas as demais, uma economia de juros de 50% em relação ao valor financiado. 

O Que a Taxa Selic Influencia na Aquisição de Imóveis?

A taxa Selic hoje está em 2% ao ano.

Na prática, isso influencia e muito positivamente no mercado imobiliário, pois estimula os bancos e outras instituições financeiras a reduzirem a taxa final cobrada nos financiamentos imobiliários. 

Comprar um imóvel hoje também seria a melhor opção para os chamados investidores conservadores que possuem aplicações de renda fixa, como a poupança. Com a Selic a 2%, dificilmente esses valores vão render o esperado.

Comprar imóveis vem sendo uma maneira encontrada para essas pessoas, que se baseiam em lucros maiores com o recebimento de valores oriundos de aluguéis. 

Os bancos ainda reduziram a conhecida ‘taxa balcão’, aquela concedida aos clientes na hora da concessão do crédito imobiliário.

Com a concorrência entre as instituições financeiras bastante acirrada, vale a pena consultar os valores ofertados por cada banco na hora do fechamento do contrato. 

Quais São os Cuidados Que Preciso Ter na Hora de Comprar Um Imóvel? 

1 – Faça uma pesquisa do local onde está sendo ofertado o imóvel. Escolas, acesso, nível de criminalidade, lojas, tudo deve ser avaliado.  –

2 – Escolha o financiamento correto, pois existe uma grande diferença do que o banco lhe indica que pode ser emprestado e o que ele, na realidade, disponibiliza. Por isso, em caso de dúvidas, procure um especialista para fazer essa avaliação.

3 – Não compre apenas por causa do momento do mercado. Pense que um imóvel é um investimento de longo prazo e demanda uma extrema capacidade de organização financeira para conseguir abarcar os valores que serão cobrados.

4 – Não vá além do seu orçamento. As pessoas tendem a gastar mais do que podem. Mas não faça isso comprando um imóvel. Adquira exatamente aquilo que cabe no seu bolso ou em seu planejamento futuro.

5 – Não vá apenas pelo preço. Por vezes, tentado por um valor bem inferior ao habitualmente cobrado pelo mercado, as pessoas embarcam em propriedades localizadas em espaços secundários. Esse é um grande erro. Faça a sua escolha baseada em vários quesitos, não apenas no preço.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*