Cartão de crédito: o guia completo

Cartão de crédito: o guia completo
Por: Da Redação em 09/02/2021

Poucos mecanismos são tão benéficos para controle da vida financeira como um cartão de crédito. Afinal, através dele, você consegue postergar e até escalonar algumas compras.

Porém, muitas vezes, essa flexibilização pode se tornar um problema. Se você não tiver controle, pode fazer com que o cartão, que era um grande aliado para equilibrar sua vida financeira, vire um vilão.

Por isso, elaboramos esse guia para sanar todas as suas dúvidas sobre um cartão de crédito, mostrando seus benefícios e problemas que ele pode gerar. Vem conosco!

O que é cartão de crédito?

O cartão de crédito nada mais é do que um meio de pagamento com um limite de crédito preestabelecido, que permite ao consumidor comprar produtos, serviços e bens nos estabelecimentos que aceitam essa modalidade de compra. O valor dessa transação só é cobrado no dia do vencimento da fatura do cartão de crédito, podendo ser dividido em algumas vezes.

Geralmente ele contém um chip próprio, número único de identificação, seu nome, código de segurança e data de vencimento do cartão impressos. Todas essas informações são ferramentas que visam identificar o dono do cartão, e ampliar a segurança do usuário, impedindo ao máximo que seus dados de crédito sejam roubados.

Vale a pena fazer cartão de crédito?

Ter um cartão de crédito em mãos é extremamente vantajoso, já que você poderá comprar algum bem ou serviço e somente pagar por ele no vencimento da fatura. Isso sem falar na possibilidade de poder parcelar o valor da compra, dependendo da disponibilidade do local onde você irá fazer a transação. Ou seja, você está consumindo antes para pagar depois.

Porém, como tudo na vida, é preciso ter mesura, uma vez que por não ser um dinheiro físico (não à toa é chamado de dinheiro de plástico), muitos o usam desenfreadamente e se esquecem que precisam pagar uma fatura posterior. Ou seja, se você tiver controle e não se esquecer da fatura: sim, vale a pena!

Quem pode fazer cartão de crédito?

No Brasil, a legislação determina que é preciso ter 18 anos ou mais para fazer a solicitação de um cartão de crédito próprio. Quem tem 16 e é menor emancipado também pode solicitar.

Além disso, os bancos também pedem que você não tenha nome nos órgãos de proteção ao crédito, tenha um endereço fixo de cobrança e tenha a comprovação de alguma fonte de receita.

É preciso ter conta em banco?

Não necessariamente. Atualmente, temos algumas opções no mercado para pedir um cartão de crédito sem que o consumidor tenha conta no banco. Insituições como o Santander, Nubank e Digio, por exemplo, já possuem essa facilidade, na qual você apenas paga a fatura em sua data de vencimento.

Ainda assim, para que o banco e a operadora do cartão tenha mais segurança, você precisará atender a alguns requisitos mais rigorosos.

Quais são os tipos de cartão?

Chegou o momento de mostrar os vários tipos de cartão.

Cartão de Crédito x Débito

O cartão de crédito é a forma de pagamento mais tradicional devido à praticidade e facilidade que traz ao seu cotidiano. Afinal, com ele você pode postergar o pagamento e ainda parcelá-lo e só acertar tudo ao longo do vencimento das faturas.

No cartão de débito, como o próprio nome diz, o desconto do valor de sua compra cai em tempo real na sua conta corrente. Por isso, o débito é a modalidade de maior controle financeiro.

Cartão Pré-Pago

O funcionamento de um cartão de crédito pré-pago é bastante similar ao de um cartão tradicional. Você consegue fazer compras online, em lojas físicas, em supermercados e até no exterior, além de benefícios oferecidos pelas bandeiras. Porém, sua diferença está em ele oferecer um limite de crédito predeterminado.

As compras que o usuário pode fazer são limitadas ao valor que ele já depositou no cartão por meio de uma recarga que pode ser feita com um boleto bancário ou com cartão de débito ou crédito.

Cartão Nacional

O cartão de crédito nacional é uma modalidade que permite que você faça compras em qualquer lugar do território brasileiro, exclusivamente.

Cartão Internacional

O cartão de crédito internacional funciona como um cartão comum, com a vantagem de poder ser utilizado em estabelecimentos de todo o planeta, além de realizar compras online em sites internacionais, o que o nacional não permite.

Cartão Virtual

O cartão virtual é uma modalidade em que você pode fazer compras online ou em aplicativos como Uber, 99, Spotify, Netflix, entre outros, sem precisar ter em mãos o cartão físico. Ele também possui um número distinto do cartão físico.

Cartão Fintech

São cartões emitidos pelas fintech, empresas especializadas em soluções voltadas para o mercado financeiro, que oferecem produtos e serviços como cartão de crédito, conta digital, cartão de débito, empréstimos, seguros, entre outros..O termo fintech vem da combinação de duas palavras em inglês: financial (financeiro) e technology (tecnologia).

Cartões de Loja

Os cartões de loja são aqueles que as grandes empresas do comércio varejista oferecem para que seus clientes comprem produtos em condições especiais de pagamento, seja escalonado ou postergado.

Quais benefícios os cartões podem oferecer?

Pontos Milhas

Os pontos e milhas através do cartão de crédito são acumulados toda vez que você paga uma fatura do seu cartão de crédito. Esse valor é multiplicado através de determinados coeficientes, dependendo da variante do seu cartão de crédito (gold, platinum, black, entre outros), e transformam-se em pontos.

Cashback

O cashback é um programa de recompensa em que você recebe de volta parte do valor gasto com as compras nos cartões de crédito e débito. Assim como os pontos e milhas, elas são variadas de acordo com a variante do seu cartão.

Parcelamento

Muitos dos estabelecimentos que aceitam cartões de crédito oferecem a possibilidade de parcelamento das compras, com objetivo de atrair ainda mais consumidores para adquirir produtos e serviços.

Desconto em parceiros

Cada bandeira ou banco oferece uma série de parceiros nos quais os consumidores podem adquirir produtos com descontos em determinados estabelecimentos. Vale sempre a pena consultar o catálogo de parceiros que cada uma dessas instituições têm relação para você conseguir ainda mais descontos.

Quais são as principais taxas do cartão?

Anuidade

A taxa de anuidade é uma cobrança do banco, instituição financeira ou até mesmo da própria operadora de cartão na qual você paga um valor fixo anualmente para poder utilizar seu cartão de crédito. Geralmente, a taxa é cobrada automaticamente e vem discriminada na fatura do cartão. Dependendo da instituição, cobram parceladamente ou de uma só vez.

Segundo o Banco Central do Brasil, a cobrança dessa tarifa é de responsabilidade das instituições financeiras. Porém, em alguns bancos, ela é isenta. Outros, não cobram de acordo com seu uso mensal.

Taxa de Juros

A taxa de juros do cartão de crédito está acoplada ao uso do crédito rotativo. Ele é cobrado quando você atrasa a fatura ou mesmo a parcela, podendo pagar, além dos juros variáveis, que chegam a 300% a.a., 2% de multa, além dos juros de mora, que podem chegar a 1%.

IOF

O IOF é a sigla para Imposto sobre Operações Financeiras. Esse imposto é pago por quem efetua operações de crédito, como empréstimos – incluso cartão de crédito – , câmbio, seguro ou operações relativas a títulos ou valores mobiliários. No caso do cartão de crédito, a taxa cobrada é de 6,38% por operação.

Saque

O saque por cartão de crédito tem funcionamento bem simples. Em um caixa eletrônico do seu banco, basta selecionar a opção de saque por cartão de crédito e o dinheiro já é disponibilizado. Porém, o valor precisará estar dentro do seu limite de crédito concedido pelo banco. Após a operação, o valor pedido entrará na sua fatura somado a taxas.

Mas, fique atento. Você precisará pagar, além do valor pedido, uma taxa de operação e juros sobre a operação. A taxa por saque, normalmente, varia de R$5 a R$24. Já os juros giram em torno de 16% ao mês.

Parcelamento da fatura

Se o dinheiro apertar no fim do mês, você poderá parcelar sua fatura do cartão de crédito. Porém, fique atento, pois caso use esse artifício, cairá no crédito rotativo, que cobram, além dos juros variáveis, que chegam a 300% a.a., 2% de multa, além dos juros de mora, que podem chegar a 1%.

Pagar boleto

Se o dinheiro apertar, você pode pagar suas contas oriundas através de boletos bancários através do cartão de crédito, o que postergará a quitação em até 40 dias. Porém, é preciso ficar atento, pois, além do valor do título, você pagará taxas estabelecidas pelos bancos, que, além dos impostos como IOF, cobram valores fixos pelo benefício.

Avaliação emergencial do limite de crédito

Este é um serviço que permite ao banco autorizar compras, pagamentos ou saques que ultrapassem o limite de crédito preestabelecido. Basta fazer sua adesão anteriormente e, no momento da compra, caso o valor ultrapasse o limite disponível, o banco pode autorizar ou não a compra, de acordo com uma análise emergencial.

O que é CVV?

O CVV é uma sigla em inglês para Card Verification Value, que significa “Valor de Verificação do Cartão”. No Brasil, entretanto, ele ficou popularmente conhecido como “Código de Verificação do Cartão”.

A maioria das bandeiras disponibilizam o código de segurança composto por um número de três dígitos. Ele normalmente é localizado no verso do cartão de crédito, logo após ao número principal do cartão.

Como é calculado o limite do cartão?

Então, nesse caso, não existe uma resposta efetiva, já que são inúmeros fatores que influenciam no valor do limite do seu cartão de crédito. Alguns bancos utilizam mais de 100 métricas para análise de crédito antes de estipular um limite para o seu cartão, mas os fatores mais comuns são:

  • Renda pessoal
  • Capacidade de pagamento
  • Documentação pessoal
  • Histórico de relacionamento com o banco
  • Análise nos órgãos de Proteção ao crédito
  • Score de crédito
  • Dívidas
  • Comprometimento de renda

Como o score influencia no limite?

O score de crédito é uma classificação dada pelos serviços de proteção ao crédito, os bureaus, que funciona como uma “régua” para medir os clientes. Ele varia de 0 a 1000 e quanto maior for o número, melhor é a capacidade de pagamento da pessoa.

Ou seja, um número maior representa que há menos chances de se tornar inadimplente. Ele é um dos critérios utilizados para avaliação do limite de crédito.

Cartão de Crédito para negativado

Como alternativa para quem está com o nome sujo, algumas instituições oferecem um cartão pré-pago ou consignado, mas com limite baixo, para os clientes que têm score baixo ou estão negativados. Abaixo, listaremos a diferença entre eles:

Cartão Pré-Pago

Este cartão não requer um vínculo com uma conta bancária e é regulamentado pelo Banco Central.O limite de crédito é definido pelas recargas que você deposita antes de usá-lo. Tem como principal vantagem o controle financeiro. Porém, como desvantagem, traz mais taxas acopladas, como a de adesão e saque.

Cartão Consignado

Se você for aposentado ou pensionista do INSS, servidor público ou trabalhar em uma empresa privada que tenha vínculo com alguma instituição bancária, alguns bancos, como o Inter, oferecem um cartão consignado. Essa variante tem como vantagem o benefício de descontar a fatura direto na folha de pagamento, o que faz com que a taxa de inadimplência seja mínima.

Porém, seu limite costuma ser baixo, normalmente de, no máximo, 5% da renda mensal do solicitante.

Cartão de Crédito Convencional

Sim, algumas empresas oferecem cartões de crédito comuns para quem está com o nome sujo. Porém, nesse caso, é preciso ter controle financeiro.

Conclusão

Acho que você já percebeu que ter um cartão de crédito em mãos é extremamente vantajoso para o controle financeiro ou para conseguir aquele produto ou viagem que tanto almeja. Então, sim, vale a pena ter um cartão.

Porém, como tudo na vida, é preciso ter mesura, uma vez que por não ser um dinheiro físico (não à toa é chamado de dinheiro de plástico), muitos o usam desenfreadamente e se esquecem que precisam pagar uma fatura posterior.

Então, cuidado. Peça o seu e use-o moderadamente!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*