6 Decisões Financeiras Para Você Tomar Já Agora Para Ter um 2021 Melhor

Veja como preparar, já agora, suas finanças, para ter um próspero ano melhor financeiramente.

6 Decisões Financeiras Para Você Tomar Já Agora Para Ter um 2021 Melhor
Por: Alison Pitangueira em 28/12/2020

Há seis decisões financeiras que você precisa tomar, ainda este ano, para ter um 2021 diferente.

Acredite, ainda dá tempo! Apesar disso, comece a agir já agora, para você já poder se programar e planejar com calma!

Estamos chegando ao final do ano. Para muitos, essa é a época de fazer as resoluções para o próximo.

Para fazer de 2021 o ano em que, de fato, mudará sua situação financeira, é importante que você identifique o que quer e o que não quer em sua vida.

Não importa quais sejam seus objetivos, é muito provável que as finanças tenham um papel importante em alcançá-los.

E aí? Já começou a se planejar para ter um novo ano bem melhor, financeiramente?

Ainda não havia parado para pensar nessa situação? A hora é agora!

Acompanhe, com a gente, seis decisões financeiras que você deve começar a vislumbrar, já agora, para atingir o objetivo de um 2021 bem melhor! Confira esses passos, a seguir!

1 – Mude Sua Mentalidade Financeira

 

Para prosperar financeiramente é preciso mudar sua mentalidade financeira. E acredite, isso tem uma influência enorme em seus resultados finais.

Crenças limitadas com relação ao dinheiro podem estar enraizadas no seu subconsciente e, sem que você se dê conta, elas te sabotam.

Sua mentalidade financeira está diretamente relacionada com sua criação, as pessoas com quem se relaciona e tudo que você escuta a sua volta, principalmente durante a infância.

É isso que modula sua forma de pensar e de ver o mundo. Sua mentalidade rica depende do que você constrói!

Será que sua mentalidade financeira é de abundância ou de escassez? Felizmente dá para mudar sua forma de pensar. Se quiser mudar de vida em 2021, decida começar a pensar grande ainda em 2020.

2 – Coloque Suas Finanças em Ordem

Para um ano novo próspero, decida organizar suas finanças já agora.

Comece entendendo em que fase você está hoje e como alcançar a próxima fase. A Fase 0 é a de dependência financeira, isto é, você não é capaz de se sustentar sozinho e precisa de ajuda de outros, seja de familiares, amigos ou do governo.

A Fase 1 é a de independência das dívidas. Essa é a primeira etapa para construir uma liberdade. Significa que você não tem nenhuma dívida ruim e pode focar no acúmulo de patrimônio.

A Fase 2 é a independência de curto prazo. Nela, você já tem uma reserva de emergência, capaz de cobrir seus gastos por alguns meses, caso algum imprevisto aconteça.

A Fase 3 é a de independência do emprego, na qual você já gera uma renda com seus investimentos.

Por sua vez, a Fase 4 é a de independência total, onde você vive de renda. Ou seja, sua renda passiva é capaz de suprir todos os seus gastos.

Para saber os seus números, definir metas e planejar o futuro, decida fazer um planejamento financeiro pessoal. Este é o momento para avaliar seus gastos e despesas, em busca de oportunidades para economizar mais ou acelerar o investimento, pensando em seu futuro!

3 – Construa um Fundo de Emergência

Este ano foi bastante desafiador! Muitos perderam seus empregos ou tiveram grandes reduções de suas rendas. Quem não tinha nenhuma reserva financeira acabou comprometendo seriamente o orçamento.

Agora é a hora de decidir reconstruir, seja iniciar a reserva de emergência, que você não tinha, ou expandir as reservas atuais.

4 -Poupe, já Agora, Para a Aposentadoria

Não importa o quão longe pareça, este é um bom momento para avaliar o quanto você está poupando para a aposentadoria. É compreensível que, este ano, muitos tiveram que priorizar as necessidades financeiras de curto prazo acima das metas de longo prazo, mas chegou a hora de mudar isso.

O seu planejamento de aposentadoria determinará se você terá uma independência financeira após os anos de trabalho ou se terá que continuar trabalhando para pagar as contas.

Aproveite o tempo livre nesse fim de ano para rever sua estratégia, a idade em que deseja se aposentar e o estilo de vida que você deseja ter.

5 – Deixe de Ser um “Amador” e se Transforme em um “Profissional”

Decida, desde já, assumir o controle das suas finanças e lidar com o dinheiro de forma inteligente.

Os amadores não tem um planejamento financeiro pessoal, não conhecem seus números, apenas pagam contas. Quando sobra um pouco, gasta para satisfazer os confortos imediatos. Esse é um gasto ruim, que, de fato, não enriquece.

Por outro lado, os profissionais primeiro pagam a si mesmos. Eles destinam uma parte do dinheiro para os investimentos e só depois pagam as contas.

Com o que sobra, fazem um gasto planejado.

Tem dinheiro para comprar à vista e assim, negociar melhor e pagar mais barato. Decida fazer alguns sacrifícios, como, por exemplo, abrir mão do conforto presente pelo futuro.

6 – Faça Seu Dinheiro Trabalhar Por Você

O dinheiro é um ótimo “servo”, basta você aprender a controlá-lo e não deixar com que ele te controle. Se você o deixar mandar, terá que trabalhar por ele.

Agora, se o dinheiro trabalhar para você, acontece coisas mágicas como, por exemplo, viajar e voltar com mais dinheiro.

Isso acontece porque enquanto você estava fora o seu dinheiro trabalhava por você. Obviamente, quando se tem mais dinheiro investido, mais dinheiro isso vai gerar.

Não use, no entanto, sua falta de planejamento como desculpa. É possível investir com pouco dinheiro.

Comece, não importa com quanto. Faça aportes regulares e daqui a pouco mais juros seu dinheiro irá gerar.

Então, decida começar hoje. Não espere o próximo ano. Lembre que não é preciso ser rico para investir, mas é preciso investir para ser rico!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*