O que acontece se eu estourar o limite do meu cartão?

Saiba quais são as consequências de estourar o limite do cartão de crédito e o que você pode fazer para evitar essa situação

Por: Gustavo Marlieri em 11/11/2021
homem assustado estourou o limite do cartão

Você já deve ter percebido que a maioria dos cartões de crédito que são oferecidos no mercado possui um limite de crédito baixo.

Aumentar esse limite é possível, mas nem sempre fácil. Dessa forma, o que fazer enquanto isso não acontece?

Diante desse cenário, uma situação que é bastante comum é estourar o limite do cartão de crédito.

Ao longo deste artigo, vamos te contar quais são as consequências que o estouro do limite pode trazer e o que você deve fazer para evitar que isso aconteça.

O que é o limite do cartão de crédito?

De uma maneira simples, o limite do cartão de crédito nada mais é do que um valor que você pode gastar no cartão até que faça o pagamento da próxima fatura.

Ou seja, se o banco te dá um limite de R$ 300,00, você só pode gastar esse montante até que sua fatura feche e você a pague.

O limite de um cartão de crédito pode ser maior ou menor, isso a depender de vários fatores, como a análise de crédito feita pelo banco, o perfil do cliente, o tipo de cartão etc.

No entanto, há cartões que não possuem um limite pré-definido, que geralmente são os voltados para o público de alta renda. Com eles, você pode comprar basicamente o que quiser, sem se preocupar se a compra será ou não aprovada.

Para que serve?

O limite de um cartão de crédito é uma forma de os bancos e demais emissores controlarem os gastos de seus clientes e, assim, evitarem que eles entrem em uma situação de inadimplência.

Sem o limite, as pessoas poderiam gastar bem mais do que ganham por mês e isso seria um verdadeiro caos para o sistema financeiro e para a economia do país.

Posso estourar o limite do cartão de crédito?

Em algumas situações, você pode acabar estourando o limite do cartão de crédito.

Na prática, isso significa que você fez compras em um valor maior do que o seu banco ou financeira lhe permitiu.

O estouro do limite, na maioria das vezes, não tem grandes consequências, com exceção do fato de que você não conseguirá mais utilizar o cartão até que pague a fatura.

Em alguns casos, o banco pode acabar aprovando uma compra que excede o seu limite de crédito, contudo, cobrará uma taxa por isso. Essa é a chamada avaliação emergencial de crédito, serviço que está presente na maioria dos cartões disponíveis no Brasil.

Assim, se você tinha apenas R$ 200,00 de limite disponível e tenta passar uma compra de R$ 250,00, pode ser que ela seja aprovada, contudo, em sua próxima fatura, é bem provável que você perceba a cobrança da tarifa do serviço de avaliação emergencial.

Por isso, o indicado é que você evite estourar o limite do seu cartão de crédito sempre que possível para evitar gastos com cobranças adicionais.

Dá para comprar no cartão mesmo com o limite estourado?

Não. Em tese, você não consegue fazer mais compras com o seu cartão de crédito quando o limite estiver estourado.

Nesses casos, você precisará fazer o pagamento da fatura para que, assim, o limite seja liberado e você possa voltar a fazer compras.

O que fazer quando o meu limite estourar?

Na prática, o ideal mesmo é evitar que você chegue a essa situação de ter o limite do cartão estourado.

Para isso, sempre confira o limite pré-aprovado liberado pela instituição e busque manter um controle de suas finanças.

Já se não foi possível evitar o estouro, o ideal é aguardar o fechamento da fatura do cartão e fazer o pagamento, de preferência, do valor integral.

Com isso, o banco irá liberar novamente o seu limite na medida em que as compras feitas com o cartão forem pagas.

Como fazer para aumentar o limite do meu cartão?

Uma das principais formas de evitar o estouro do limite do cartão é tentar aumentar esse limite junto ao banco ou instituição emissora.

Existem várias formas de fazer isso, contudo, algumas delas podem te ajudar a ter mais sucesso. Confira:

  • Entre em contato com o emissor e peça diretamente o aumento do limite;
  • Mantenha seus dados cadastrais atualizados, principalmente o seu comprovante de renda;
  • Use ao máximo o seu cartão, mas tente não estourar o limite;
  • Não atrase o pagamento das faturas e evite pagar o mínimo;
  • Mantenha o seu score no Serasa o mais alto possível, para isso, evite atrasar quaisquer contas que estejam em seu nome e faça o seu Cadastro Positivo;
  • Em alguns bancos, você pode fazer investimentos em fundos específicos e usar o valor investido para aumentar o limite do cartão de crédito.

Dicas para evitar estourar o limite do cartão

Agora que você já sabe o quão importante é evitar o estouro do limite do cartão, confira algumas dicas para que isso não aconteça com você.

Tenha limites

Não é só o seu cartão de crédito que deve ter um limite. Você também precisa ter controle sobre os seus gastos e pensar bastante antes de fazer alguma compra.

Para isso, procure organizar a sua vida financeira e busque, sempre que possível, evitar gastos desnecessários e compras parceladas com o cartão.

Não comprometa mais que 30% de sua renda com compras parceladas

Algo que poucas pessoas se lembram é que as compras parceladas com o cartão, além de comprometer o limite, quando somadas, podem se tornar uma verdadeira bola de neve.

Por isso, se você ganha R$ 2.000,00 por mês, por exemplo, o ideal é evitar que as suas compras parceladas ultrapassem os R$ 600,00, isso considerando o cartão de crédito e outros parcelamentos.

Faça uma poupança

Uma das maneiras de evitar o estouro do limite do cartão é fazer os pagamentos à vista.

No entanto, para que isso aconteça, você precisa ter esse dinheiro em mãos.

Por isso, uma boa dica é fazer uma poupança, guardando mensalmente um percentual do seu salário e de outros ganhos para permitir que você sempre tenha dinheiro no bolso para pagar por suas compras.

Ainda tem alguma dúvida sobre o que acontece se você estourar o limite do cartão? Escreva para a gente aqui nos comentários.

Conte com o Plusdin para te ajudar a ter uma vida financeira mais saudável e equilibrada.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*