Qual a Importância de ter uma Boa Educação Financeira?

No mundo globalizado, onde o acesso ao consumo é cada vez maior, somos bombardeados pela publicidade de todos os lados, seja pela televisão, rádio ou internet.

Qual a importância de ter uma boa educação financeira?
Por: Luana Pedra em 18/01/2020

 O consumismo excessivo traz o descontrole financeiro na vida de qualquer cidadão. Por isso, a educação financeira ganha cada dia mais importância para a nossa vida, afinal ela nos proporciona tranquilidade física e emocional. 

Olhando de uma forma macro, é quem faz a economia girar, porém, por mais importante que seja, ele não pode ser feito de qualquer maneira, é preciso ter consciência. O dinheiro tão presente no nosso dia a dia, deve ser usado de forma consciente e planejada. 

Afinal como é clichê falar: “ele deve trabalhar para nós e não o contrário”. Mesmo assim, devemos ter desvelo com nossas finanças, consumir somente o necessário e com assertividade. 

Parece fácil né? Mas com disciplina e inteligência emocional tem tudo para dar certo. E é aí que ter uma boa educação financeira se torna primordial na vida de qualquer pessoa. Não à toa, a partir deste ano, o tema dessa publicação passará a ser matéria obrigatória nas escolas de todo o Brasil.

Afinal, é importante a inicialização da educação financeira na infância, pois a criança aprende desde cedo a desenvolver uma boa relação com o dinheiro. Parte da premissa, que a criança  quando manusear o dinheiro, vai percebendo a lógica que envolve sua troca por um bem ou serviço e, de quebra ainda desenvolve noções básicas de matemática. 

Outro bom exemplo começa em casa, com a própria família, criando hábitos saudáveis de consumo e mantendo distante o consumismo negativo que pode levar ao endividamento. A relação com o dinheiro deve ser com informação e orientação necessária para fazer boas escolhas. Educar as crianças que economizar e gastar é muito importante na vida. Dessa maneira você a ajuda a buscar uma melhor qualidade de vida, tanto hoje quanto no futuro. 

Outro problema é que a importância de administrar bem o dinheiro, não faz parte da nossa cultura. O hábito de educação financeira infelizmente não faz parte da realidade da grande maioria da população brasileira.

Muitos pais ainda acreditam que dinheiro não é assunto de criança, o que é um grande erro, afinal a família é a responsável pela formação de qualquer cidadão e, por esta razão, nela deve se iniciar a educação financeira. 

Nesse sentido, elucidar as crianças que ter uma boa educação financeira é muito mais que atingir a independência financeira, mas, fomentar habilidades de fazer as melhores escolhas adequadas às finanças. Construir bases sólidas de aprendizado para que na vida adulta essa criança venha a lidar bem com o dinheiro.

A ideia que se tem de dinheiro na vida adulta tem a ver com o modelo de dinheiro que tivemos quando criança. Por isso, a educação financeira quando criança é essencial.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*