5 Melhores empréstimos para pequenas empresas em 2021

Está precisando de um reforço no orçamento de sua empresa? Confira as melhores linhas de crédito para pequenos negócios e escolha o seu

Por: Gustavo Marlieri em 30/08/2021
Melhores empréstimos para pequenas empresas

Uma maneira de viabilizar o nascimento ou o crescimento de uma pequena empresa é por meio de uma linha de crédito.

Com ela, o empreendedor consegue adquirir máquinas, equipamentos e produtos para tirar seus planos do papel.

Mas você sabe quais são os melhores empréstimos para pequenas empresas?

Existem algumas linhas de crédito específicas para esse público, contudo, algumas não são muito divulgadas e, em muitos casos, as pessoas se esquecem que podem recorrer a elas.

Pensando nisso, neste artigo iremos abordar as cinco melhores linhas de crédito para pequenas empresas. Venha conosco e boa leitura!

1. Microcrédito

O microcrédito é um empréstimo especialmente desenvolvido para atender pessoas físicas, pequenas empresas e também os microempreendedores individuais (MEIs).

Trata-se de uma linha de crédito simples e ofertada por muitos bancos, inclusive via BNDES.

Entre as características do microcrédito estão:

  • Valores mais baixos;
  • Juros menores; e
  • Prazos de pagamento mais curtos.

O dinheiro oriundo do microcrédito deve ser integralmente aplicado na empresa, seja para a compra de máquinas, equipamentos, matéria-prima ou outros produtos que tenham relação com a atividade.

2. Antecipação de recebíveis

Neste tipo de empréstimo, o empreendedor pode antecipar o valor de suas vendas feitas a prazo a uma taxa de juros baixa e com quase nenhuma burocracia.

Muitos bancos, financeiras, operadoras de cartão e fintechs trabalham com essa linha de crédito.

Trata-se de uma alternativa interessante para quem está sem capital de giro ou precisa cobrir uma despesa urgente.

No entanto, recomenda-se cautela ao utilizar a antecipação de recebíveis, pois o seu uso desregrado pode acabar gerando problemas de fluxo de caixa para a empresa no futuro.

3. Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia é uma linha de crédito bastante interessante, pois tem uma das menores taxas de juros do mercado e permite conseguir valores maiores, além de prazos de pagamento mais longos.

Como o próprio nome já deixa entender, nesse tipo de empréstimo é preciso deixar um bem como garantia de que você irá pagar as parcelas.

Esse bem pode ser um veículo ou um imóvel, por exemplo.

Outra vantagem desse empréstimo é que o dinheiro não fica vinculado a um fim específico, podendo ser utilizado em diversas necessidades da empresa.

4. BNDES Crédito Pequenas Empresas

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) tem uma linha de crédito especialmente desenvolvida para as micro, pequenas e médias empresas e para empresários individuais.

Com ela, você pode obter até 100% do valor dos itens financiáveis emprestado e pode pagar em até cinco anos, sendo que há um prazo de carência de dois anos antes que você precise pagar a primeira parcela.

A vantagem dessa linha de crédito é que a taxa de juros costuma ser muito baixa. No entanto, a desvantagem é que o dinheiro fica vinculado a um investimento específico que você deseja fazer na empresa, como a compra de uma máquina, por exemplo.

5. Cooperativas

As cooperativas de crédito oferecem alguns empréstimos bastante interessantes para as pequenas empresas.

Como essas instituições não possuem fins lucrativos, elas conseguem oferecer taxas de juros baixas e condições de pagamento diferenciadas para os seus associados.

Todavia, para conseguir um empréstimo em uma dessas cooperativas é preciso fazer parte dela, ou seja, se tornar um associado.

Isso significa que você precisará pagar uma taxa de associação (que normalmente é um valor pequeno) e, com isso, passará a acompanhar o que acontece nessa cooperativa.

Após isso, você já poderá conseguir um dos empréstimos que são oferecidos pela instituição.

A maior parte delas trabalha com linhas de crédito que vão desde o capital de giro até o microcrédito.

A vantagem aqui é que, como são isentos de algumas taxas, o custo final do empréstimo costuma ser bem mais baixo.

Como escolher um empréstimo para pequenas empresas?

Para responder essa pergunta é preciso avaliar uma série de fatores inicialmente.

Um deles é ter bem definido a finalidade que será dada ao dinheiro.

Como algumas linhas de crédito exigem uma destinação específica para o valor solicitado, pode ser que você não possa contar com elas caso tenha necessidades distintas.

Nesse sentido, a melhor opção é buscar por uma linha de crédito de uso livre, como é o caso do empréstimo com garantia.

Outro ponto importante que você deve levar em consideração é o Custo Efetivo Total (CET) da operação, bem como as taxas de juros e as condições de pagamento.

Por isso, é altamente recomendado que você estude o seu fluxo de caixa e a sua capacidade de pagamento no longo prazo antes de contratar um empréstimo.

Escreva para a gente aqui nos comentários alguma dúvida que você tenha sobre empréstimos e conte com o Plusdin para te ajudar a conseguir o dinheiro que precisa.

8 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*