Saque no cartão de crédito: o que é e como fazer

É possível sacar dinheiro com o cartão de crédito, mas você sabe se vale a pena? Nesta publicação respondemos a essa dúvida e várias outras

Um desenho com um homem segurando um cartão de crédito, de frente para uma máquina de banco onde saca-se dinheiro
Por: Wallace Graciano em 19/04/2021

O saque do cartão de crédito tornou-se, ao longo dos tempos, uma opção viável para quem precisava de dinheiro em espécie com urgência, mas não tinha saldo na conta ou estava apenas com o cartão em determinado momento.

Essa opção pode ser salvadora em momentos de emergência, mas deve ser usada com cautela devido às altas tarifas e juros que podem ser cobrados sobre ela.

No texto abaixo contaremos tudo sobre essa modalidade, como funciona e porque deve ser usada apenas em caso de extrema necessidade. Venha conosco!

O que é saque do cartão de crédito?

O saque do cartão de crédito é uma forma muito fácil e rápida de se conseguir dinheiro em espécie. E é justamente por ser tão fácil que o custo dessa transação pode ser bem alto.

É como se fosse um empréstimo sem nenhuma burocracia, já que o crédito já está pré-aprovado e você pode sacar qualquer valor dentro do limite disponível para este fim. O problema é que você está solicitando um dinheiro que não está disponível na sua conta, portanto, sobre ele incidirão algumas taxas.

Como ele funciona?

Para realizar um saque do cartão de crédito, basta se dirigir a um caixa eletrônico com seu cartão, inseri-lo na máquina, selecionar a opção “saque”, depois “saque com cartão de crédito” escolher o valor e digitar sua senha.

Observe que o valor selecionado deve estar dentro do limite pré-aprovado para saque do seu cartão, que é diferente do limite para compras, geralmente mais baixo devido aos altos juros que incidem sobre ele.

Note que, assim como as compras realizadas no cartão, você só vai pagar por este “empréstimo” quando chegar sua fatura. Portanto, quanto mais longe do fechamento da fatura você sacar, mais juros vai pagar.

O que o diferencia do saque da conta corrente/digital

Quando você saca da sua conta corrente ou digital, o dinheiro está lá disponível, é seu. No caso do saque do cartão, o dinheiro não é seu, ele é emprestado do banco ou instituição financeira. E, devido a isso, você terá que pagar algumas taxas por este saque, como os juros e o IOF.

Qual o limite?

O limite para saque do cartão de crédito é estabelecido pelo seu cartão. Algumas vezes está dentro de seu limite total, outras vezes é um limite mais baixo, exclusivo para o saque. Normalmente fica bem fácil de se encontrar dentro do aplicativo do seu banco, ou você pode ligar para a central de atendimento do cartão e pedir essa informação.

Como calcular o valor que pode ser sacado?

Não é necessário calcular. O valor que pode ser sacado, ou limite para saque, é estabelecido previamente pela instituição financeira. Essa operação é um empréstimo dentro do chamado crédito rotativo, o mesmo utilizado quando se faz o pagamento mínimo da fatura.

Normalmente ele é menor que o limite total do cartão, pois sobre ele recaem juros altíssimos, os mais altos do mercado. Por isso, essa operação é recomendada apenas para quando não há outra solução.

Condições de pagamento

Como dissemos anteriormente, o valor sacado vem cobrado na próxima fatura do cartão, juntamente às taxas que incidem sobre ele e o restante dos seus gastos. Quanto mais longe do fechamento da fatura você sacar o dinheiro, mais juros serão cobrados, pois o pagamento levará mais tempo para ocorrer.

Prazo

Você deve pagar pelo dinheiro sacado na próxima fatura do seu cartão, mas é possível fazer o pagamento adiantado para pagar menos juros, basta entrar em contato com a administradora do cartão.

Forma de pagamento

Em alguns casos, é possível parcelar o valor a ser pago de volta para o banco. Antes de sacar, consulte a operadora de seu cartão para saber se essa opção está disponível.

Condições para sacar dinheiro no cartão de crédito

Os cartões oferecem um limite de saque que costuma ser bem mais baixo que o limite para compras, devido às taxas altíssimas que incidem sobre ele. Esse limite corresponde ao valor máximo que você poderá retirar no caixa eletrônico.

Dessa forma, a cobrança vem na próxima fatura do cartão, já com as devidas taxas e os juros referentes aos dias que se passaram entre o saque e o fechamento dos custos.

Quanto custa sacar o limite do cartão de crédito?

O valor para o saque do cartão de crédito varia entre instituições financeiras. É preciso conferir no seu contrato quais são as taxas e seus valores. No tópico abaixo, explicamos quais podem ser cobradas e seu valor médio.

Quais taxas (tarifas) e juros são cobradas?

Quando se realiza um saque desse tipo, é preciso estar ciente de que sobre ele serão cobradas algumas taxas pela transação e juros bastante altos. Além disso, se for sacar no exterior, as taxas podem ser ainda mais altas. Veja abaixo:

No Brasil

  • Taxa de uso do caixa eletrônico: de R$5 a R$25
  • Taxa de saque: de R$3 a R$35
  • IOF: em média 20%
  • Juros proporcionais aos dias transcorridos entre o momento do saque e o fechamento da fatura.

Lembrando que as taxas podem variar de acordo com seu cartão.

No exterior

São cobradas as mesmas taxas aplicadas em território nacional, mas é preciso consultar a operadora para saber exatamente quais os valores. Além disso, é preciso ficar atento, pois você estará realizando a operação em moeda estrangeira e os valores serão convertidos de acordo com a cotação vigente, por isso, costumam ser mais altos.

Quais cartões de crédito permitem saque?

A maioria dos cartões de crédito permitem saques, mas o valor para essa retirada varia de acordo com o limite de cada um, sendo que, na maior parte dos casos, somente uma pequena parte do limite total é disponibilizada para retirada.

Vale a pena sacar dinheiro com o cartão de crédito?

Definitivamente, não vale a pena. Sacar dinheiro com o cartão de crédito deve ser uma operação realizada exclusivamente em um momento em que não haja outra alternativa possível.

Vantagens

A única vantagem desse tipo de saque, ou “empréstimo”, é a facilidade com que ele é realizado por ser necessário apenas ter seu cartão em mãos e um caixa eletrônico. É uma solução para um momento de emergência.

Desvantagens

São cobradas diversas taxas em cima dessa transação, além de ter o maior juro do mercado. Você acaba pagando muito mais do que pegou emprestado. Antes de usar essa modalidade de saque, pense muito bem!

Outras alternativas

Antes de sacar com o cartão de crédito, você pode avaliar algumas outras alternativas que podem trazer menos prejuízo. Veja:

Empréstimo

Se você puder esperar por um período maior para obter o dinheiro que precisa, o empréstimo pode ser uma boa opção. Existem várias opções no mercado e uma delas pode se encaixar bem no seu perfil.

  • Se você for aposentado, pensionista do INSS, por exemplo, o empréstimo consignado é uma boa alternativa.
  • Se possui algum bem como imóvel ou automóvel, pode procurar um empréstimo com garantia.
  • Um empréstimo pessoal ou um financiamento também são opções e têm juros relativamente baixos.

Consulte seu banco e busque a melhor opção para você.

Cheque especial

Esta também é uma opção de empréstimo imediato e pré-aprovado pelo banco, portanto, de fácil acesso. O cheque especial está longe de ser a opção ideal por também cobrar taxas bastante altas, mas seus juros ainda são menores que os do crédito rotativo. Vale a pena considerar.

Cuidados que você deve ter

Antes de realizar esse tipo de operação, tenha muito cuidado. Procure saber sobre as tarifas e juros que serão cobradas para não tomar um susto no fim do mês. Lembre-se de que elas são simplesmente as maiores do mercado.

Além disso, pense muito bem e veja se realmente não há outra solução para o momento. É importante pesquisar bem antes de escolher um cartão de crédito e observar todas essas taxas, inclusive as de saque. Afinal, é sempre melhor estar prevenido.

Como fazer o saque do cartão de crédito?

Para retirar seu dinheiro, basta se dirigir a um caixa eletrônico, selecionar a opção “saque”, avançar ao menu “saque com cartão de crédito” e digitar a senha. Se houver a possibilidade de ir a um terminal de autoatendimento do banco emissor ao invés do Banco 24 horas, é menos uma taxa (ou pelo menos mais baixa) que você precisará pagar.

Onde fazer o saque do cartão?

Você pode fazer o saque em dois lugares:

  • Agências: procure uma agência do banco ao qual está vinculado, dirija-se a um terminal de autoatendimento, insira seu cartão e siga as instruções.
  • Banco 24 horas: vá até um terminal do Banco 24, insira seu cartão e siga as instruções. Mas lembre-se que esse terminal pode cobrar taxas de uso mais altas que as do seu banco.

Conclusão

Se houver qualquer possibilidade de uma forma de empréstimo alternativa, sacar o limite do cartão não é, de forma alguma, a melhor escolha. Recomendamos que você analise todas as outras opções disponíveis e só opte por esse tipo de saque em situação de emergência. Assim, você paga menos taxas, menos juros e tem menos preocupações no final do mês.

2 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*