Como criar uma senha de cartão de crédito forte e fácil de lembrar?

Está na dúvida de como a senha do seu cartão de crédito deve ser? Aqui temos algumas dicas que podem te ajudar

Por: Pamela Gaudio em 21/05/2021
cartões de crédito com um cadeado com senha por cima deles

O cartão de crédito veio para facilitar a vida de muita gente. Essa forma de pagamento é usada pela maioria das pessoas, trazendo praticidade e facilidade no dia a dia. Com o cartão de crédito, é possível parcelar compras e garantir benefícios exclusivos.

Junto com o cartão de crédito, vem algumas responsabilidades e cuidados que você precisa ter para fazer o bom uso do seu cartão. Aqui no blog já falamos como você pode se prevenir de golpes e de compras indevidas. Hoje nós vamos falar sobre a segurança da senha do seu cartão de crédito. 

Encontrar a senha ideal para o seu cartão de crédito pode ser bem simples. A maioria dos cartões conta com 4 ou 6 dígitos numéricos para a senha. No caixa eletrônico, a senha também pode conter letras e números. Não tem muito segredo ao escolher a senha do cartão de crédito, mas é preciso ter cuidado para não cometer alguns erros.

Cuidados ao criar senhas para o cartão de crédito

Quando pensamos em criar uma senha numérica, logo queremos um número fácil de ser lembrado, para não termos que fazer todo o processo de recuperação de senha. Alguns cartões de crédito permitem a troca de senha de tempos em tempos. Já outros, te fazem escolher uma senha para o cartão que não pode ser trocada, como é o caso do Nubank. 

Por isso na hora de escolher a sua senha do cartão de crédito, é preciso tomar algumas precauções. Uma delas, por exemplo, é evitar o uso de datas de aniversário. 

Datas de aniversário

Quando utilizamos datas de aniversário, basicamente entregamos nossa senha de mão beijada para tentativas de invasores e golpistas. Nossa data de nascimento está disponível em diversos lugares da internet, quando nos cadastramos em alguns sites ou serviços. Ao acessar os seus dados pessoais, a primeira tentativa sempre será a data do seu aniversário. 

O mesmo vale para parentes como país, cônjuges e os filhos. Hoje os golpes estão tão sofisticados, que se a senha não for sua data de nascimento, as próximas tentativas serão datas de pessoas próximas à você. 

Sequências numéricas

Outro erro comum ao criar senhas de cartão de crédito é o uso de números sequenciados, como 1234, 4321 ou qualquer outra sequência. Essa também é uma forma fácil de conseguir a senha de outra pessoa. Por isso, evite as sequências. 

Números repetidos

Os números repetidos também podem não ser uma boa opção. Por isso, tente usar 4 ou 6 números diferentes e não sequenciados para ter uma senha mais segura.

Papel com senha

É muito importante que você tenha uma senha segura, mas que também seja fácil de memorizar. Um dos principais erros é ter um papel com a senha do seu cartão, principalmente se for junto da carteira. Outro erro comum que pode acontecer na era digital, é armazenar senhas em blocos de notas ou em conservas do WhatsApp. Às vezes, vale mais a pena você ter que redefinir sua senha ou entrar em contato com o banco, do que correr o risco de ter sua senha roubada. 

Outros tipos de senhas 

Além da senha do seu cartão de crédito, também existe a senha do aplicativo do banco e do acesso à sua conta corrente nos Caixas Eletrônicos. Geralmente, essas senhas permitem combinações de letras e números, além de caracteres especiais. Dessa forma, fica mais fácil criar uma senha segura.

Porém, quanto mais você se empenha em uma senha desse tipo, maiores são as chances de você esquecer dela. Por isso, tente equilibrar o uso dos caracteres para que não seja uma senha fácil de ser esquecida.

Uma dica que especialistas de segurança dão é que você pode usar uma frase. Ela não precisa ser muito longa, mas ela conta com palavras que muito provavelmente não serão tão fáceis de serem descobertas por golpistas. Ao final da frase, você pode incluir algum número para ter ainda mais segurança.

Ao utilizar uma frase como senha, também evite usar músicas ou filmes. Isso faz com que a sua senha não seja única e exista a possibilidade da sua senha ser descoberta. Tente criar uma frase fácil de ser lembrada, combinada com algumas diferenciações que você não irá se esquecer. Vale lembrar também que você pode utilizar maiúsculas e minúsculas.

Fortalecendo sua senha de cartão de crédito: autenticação em dois fatores

Alguns apps permitem que você faça uma segunda verificação depois de digitar a sua senha. Você pode fazer isso cadastrando a sua biometria, caso seu celular tenha sensor digital, ou até mesmo via códigos enviados no email. Assim, você não precisa só da senha, mas de outros passos que ajudam a fortalecer ainda mais a sua conta. 

Trocando a senha de cartão de crédito por certos períodos

Dificilmente as pessoas possuem o hábito de alterar as suas senhas após algum período de tempo. Isso vale para tudo na vida, não apenas o cartão de crédito. Um bom período para fazer a troca da sua senha é de pelo menos a cada três meses. Se o seu cartão de crédito ou conta corrente permite a troca de senha, faça isso para garantir ainda mais a sua segurança. Já outros cartões não permitem a troca de senha, por isso, escolha bem, pois ela não poderá ser alterada. 

Para aplicativos: não deixe senha de cartão de crédito salva automaticamente

Deixar a senha salva automaticamente é uma praticidade, mas pode gerar dor de cabeça. Se você perde seu celular ou é assaltado, facilmente o app do banco será acessado. Por isso, escolha a opção de digitar a senha toda vez que usar o app. Assim, você fica mais seguro e ainda memoriza a senha com mais facilidade, já que a utilizará sempre. Com o preenchimento automático, além do risco, você também pode acabar se esquecendo da senha. Para dar um plus ainda mais na segurança, também mantenha o seu celular com senha. 

 

4 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*