Quais São os Cartões de Crédito Com as Menores e Maiores Taxas de Rotativo do Mercado?

Se for pagar o mínimo da fatura, não seja pego de surpresa!

Quais São os Cartões de Crédito Com as Menores e Maiores Taxas de Rotativo do Mercado?
Por: Da Redação em 25/12/2020

Os juros do crédito rotativo são aqueles cobrados quando o cliente não efetua o pagamento do valor total da fatura até o dia do vencimento.

Levando em consideração estes valores, a Associação Brasileira de Defesa dos Consumidores (Proteste) fez uma lista dos cartões com as menores e maiores taxas do mercado. No levantamento, a Proteste analisou 129 cartões de 16 instituições financeiras diferentes. 

Quais os Cartões de Crédito Não Cobram Anuidade?

Dos 129 cartões, apenas 5, de fato, não cobram anuidade. A relação abaixo:

  • Nubank
  • Credicard Zero
  • Hipercard
  • Banco Inter com três opções (Gold, Platinum e Black)
  • Digio

Quais São os Cartões de Crédito Não Cobram Taxas, Mas Exigem Gasto Mínimo?

  • Ourocard Fácil (Banco do Brasil)
  • Santander SX (Santander)

Quais São os Cartões de Crédito Que Não Cobram Anuidade no Primeiro Ano?

  • Banrisul
  • Ourocard Elo Mais (Banco do Brasil)

Quais São os Cartões de Crédito Com as Menores Taxas?

A avaliação do Proteste, como dito no início deste artigo, leva em conta os juros gerados no crédito rotativo.

A menor condição – 79,59% de juros ao ano – é apresentada pelo Banco Inter, com suas três opções de cartão – Gold, Platinum e Black. Veja abaixo as demais:

  • Itaucard Master Black e Multiplus Visa Infinite: 92,59% de juros ao ano;
  • Ourocard Master Black e Visa Infinite: 105,59% de juros ao ano;
  • Citi Black: 136,32% de juros ao ano;
  • Caixa Elo Nanquim, Masterblack e Visa Infinite: 151,82% de juros ao ano;
  • Santander Aadvantage Black: 171,82% de juros ao ano.

Quais São os Cartões de Crédito Com as Maiores Taxas do Mercado?

Levando em conta os juros praticados no crédito rotativo, as piores opções de cartão são do Banco Pan Nacional e Internacional, 10 vezes acima do praticado pelas opções do Banco Inter (829,98% de juros ao ano). Veja abaixo as demais opções:

  •  Banco Pan Gold: 743,47% de juros ao ano;
  •  Banrisul Classic e Standard: 620,73% de juros ao ano;
  •  Hipercard: 588,94% de juros ao ano;
  •  Banrisul Gold: 549,57% de juros ao ano;
  •  Banco Votorantim Gold: 501,39% de juros ao ano;
  •  Banco Pan Platinum: 478,89% de juros ao ano

Quais São as Taxas de Juros Dos Cartões Isentos de Anuidade?

O Proteste também fez o levantamento da taxa de juros geradas pelo rotativo dos cartões de crédito que não cobram anuidade.

Mais uma vez, as três opções do Banco Inter, os cartões Gold, Platinum e Black, apresentam o menor índice, com os juros em 79,59% ao ano. Os demais cartões  apresentam uma taxa de juros na casa de três dígitos, com destaque para o Hipercard, com um índice de 588,94% ao ano. Veja abaixo:

Como Não Cair na Armadilha do Rotativo do Cartão de Crédito?

O cliente automaticamente entra no rotativo do cartão de crédito quando não realiza o valor total do pagamento da fatura e também na negocia com a operadora uma forma de abatimento da dívida.

Dessa maneira, se entende que o cliente tem a intenção de realizar o pagamento e automaticamente a dívida é inserida no sistema do cartão, com a cobrança de juros.

Essa modalidade é extremamente perigosa, pois pode gerar uma bola de neve sem precedentes para o usuário do cartão, que vê sua dívida ser aumentada com os juros aplicados, como vimos acima nada gratos.

Uma das coisas que se deve prestar atenção redobrada é em relação ao pagamento do cartão na data de vencimento, isso porque as operadoras costumam cobrar multas e elevar a taxa de juros.

O custo da inadimplência pode ser o dobro da taxa padrão.

O Unum vai te dar outras dicas para evitar problemas com seus cartões.

O segredo principal não é se livrar da possibilidade de contar com esse instrumento de crédito, mas saber utilizá-lo de maneira consciente.

1 – Parece Òbvio, Mas Não Compre o Que Você Não Pode Pagar

Às vezes, acreditamos que vamos ter rendas futuras, ainda no campo hipotético, que serão suficientes para arcar com aquela dívida a mais contraída no cartão de crédito.

Mas, no fim, não temos aquele valor e acabamos nos enrolando completamente na hora do pagamento da fatura.

Por isso, se ver algo que julgue necessário adquirir, só o faça se realmente tiver condições;

2 – Evite Saques em Dinheiro Com Cartão

Você está precisando adiantar uma quantia que só vai receber no mês que vem e logo pensa: ah, vou sacar no cartão de crédito.

Não faça isso. Adiantar esse valor utilizando o cartão pode gerar taxas altas e juros mesmo que você faça o pagamento integral do dinheiro sacado.

3 – Nunca Pague Um Cartão Com o Outro

A exceção é em um caso extremamente pouco usual de uma taxa de juros menor de um cartão para o outro, algo muito improvável. A medida só inviabiliza ainda mais sua vida financeira.

4 – Não Pague o Mínimo, Parcele Sua Fatura

Fez as contas e viu que não vai ter como pagar de forma integral a fatura?

Não caia na tentação de ver na fatura o campo ‘valor mínimo’ e optar pelo mesmo.

Procure sua operadora e tente negociar a dívida com juros menores e possibilidades de pagamento de forma parcelada, com algumas instituições financeiras lhe garantindo até dois meses para começar a pagar.

5 – Determine o Seu Limite

Você olha o cartão, vê o grande limite que ele possui, e mais uma vez é tentado a se lançar no mundo das dívidas e prestações.

Ao invés de confiar na operadora, por que você mesmo não se controla? Estabeleça um limite de gastos com o cartão.

Confie, não há nada melhor do que pagar algumas situações à vista e ver, no início do mês, sua fatura do cartão de crédito com pagamentos irrisórios. Está ente uma das melhores coisas da vida adulta.

6 – Por Qual Motivo Esse Tanto de Cartões de Crédito?

Tem gente que abre a carteira e você logo pensa, ‘tá cheio da grana’, olha como está abarrotada.

Mas você dá uma olhadela discreta e percebe nos compartimentos uma grande infinidade de cartões.

Ter vários modelos de crédito em mãos é algo que dificulta bastante a educação financeira, pois são várias opções para utilizar em diferentes momentos. Por isso, tenha apenas um ou dois cartões, que lhe garantam o crédito, organizando as suas finanças.

12 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*