Como Usar o Pix Para Sacar o Auxílio Emergencial no Caixa Tem?

Com o PIX, você pode transferir a quantia para outro banco em poucos segundos. Confira como fazer

Por: Alison Pitangueira em 12/12/2020
Como Usar o Pix Para Sacar o Auxílio Emergencial no Caixa Tem?

O Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central (BC), foi criado para facilitar a vida financeira dos brasileiros, inclusive de quem recebe o Auxílio Emergencial.

Isso ocorre porque, a partir de agora, a pessoa não precisa mais esperar dois ou três dias para compensar um boleto em outro banco ou ainda pagar taxas para fazer TEDs.

Com o Pix, o usuário pode utilizar o aplicativo Caixa Tem para transferir o auxílio emergencial, de forma gratuita, para qualquer banco ou instituição financeira. E o melhor de tudo, o dinheiro cai na conta em poucos segundos.

O processo pode ser feito durante 24 horas do dia, sete dias por semana, inclusive aos finais de semana e feriados.

Então, você recebeu o benefício e não quer esperar por dias para conseguir usar a grana? Quer saber como fazer para liberar o dinheiro e começar a utilizá-lo agora mesmo, sem muita burocracia?

Acompanhe, com a gente, como realizar o saque do auxílio emergencial pelo novo sistema de pagamentos do BC, no Caixa Tem! Continue por aqui!

Antes de Tudo, Faça o Cadastro da Chave Pix

O primeiro passo para acessar a nova plataforma é cadastrar uma chave Pix no aplicativo da Caixa. O processo é bem simples!

Basta que você escolha o tipo de chave – CPF ou CNPJ, e-mail, número de celular, ou número aleatório – e marque a opção “Cadastrar chaves selecionadas“. Em seguida, será necessário que você digite a senha do Caixa Tem e clique em “Avançar“.

Vale ainda destacar que, para que o processo fique completo, também é preciso cadastrar suas Chaves Pix na conta que vai receber a transferência. Isso pode ser feito pelo aplicativo do seu banco ou instituição de pagamento.

Enfim, Como Usar o Pix no Aplicativo Caixa Tem?

Com uma Chave Pix já cadastrada, basta seguir o passo a passo, a seguir:

  • Acesse o app Caixa Tem;
  • Clique em “Pix – Pagamentos instantâneos”;
  • Selecione a opção “Pagar”;
  • Escolha  pagar ou transferir via Chave Pix;
  • Selecione o tipo de Chave Pix que você tem cadastrada na sua outra conta;
  • Por fim, cole ou digite a Chave Pix que vai receber a transferência.

Pronto! Após realizado este procedimento, você terá seu dinheiro liberado, em poucos segundos, para utilizá-lo da melhor maneira que considerar!

Empregadores Poderão Recolher Contribuições do FGTS Com o Pix em 2021

O Banco Central (BC) anunciou que vai ampliar as possibilidades de uso do Pix, sistema de pagamentos instantâneos, a partir de 2021. Os empregadores poderão utilizar a ferramenta para recolher as contribuições ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A previsão é que a novidade seja liberada em janeiro do ano que vem, com o lançamento do FGTS Digital. Desta forma, a empresa poderá recolher o valor correspondente a 8% do salário bruto pago ao trabalhador com o Pix.

De acordo com o banco regulador, a mudança beneficiará o FGTS.

Isso porque a ferramenta vai agilizar o recebimento dos valores, e também permitir maior facilidade de conciliação e maior número de instituições aptas a receber esses recolhimentos.

Isso pode, inclusive, acabar reduzindo as taxas que o fundo paga pelo serviço. Por outro lado, também beneficia empregadores, pois torna mais fácil o cumprimento de suas obrigações.

Além disso, há a possibilidade de os próprios bancos e instituições financeiras realizarem e receberem pagamentos por meio do Pix.

Entretanto, o serviço só é válido para transações decorrentes de obrigações e direitos próprios. Como, por exemplo, o pagamento de fornecedores e impostos.

O Banco Central afirma, ainda, que o intuito é possibilitar que os usuários contratem crédito de uma instituição, mas o receba em outra diferente, onde já tenham conta corrente. Dessa forma, a concessão de crédito será facilitada.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*