O que é BRL? Entenda a sigla que aparece na fatura do seu cartão

Descubra agora o que é BRL e como essa sigla influencia nas suas compras online.

Por: Plusdin em 29/10/2021
compra em site estrangeiro

Com diversas novidades surgindo a todo momento na internet e no mundo financeiro, pode ser difícil acompanhar todas as inovações.

Desse modo, a sigla BRL acaba surgindo diversas vezes pelos sites de compras internacionais, mas você sabe qual o significado desta sigla? 

Caso ainda não conheça essas letras e nem o que elas representam, não se preocupe, pois você está no lugar certo! 

Pois, aqui nós te contamos tudo sobre BRL, o que ela significa e como funciona! Fique conosco até o final, aproveite e boa leitura!

O que é BRL? 

Ao se deparar com certas palavras na internet, podemos ficar confusos com seus significados. 

Assim, a sigla que vem aparecendo direto para quem costuma fazer compras online, é BRL. 

O que parece ser muito complexo, é apenas a representação do real brasileiro. 

Algumas pessoas podem até achar que o “R$” é o nosso código monetário, mas é apenas o símbolo da moeda.

Assim, o BRL é a representação oficial do real em compras internacionais e uma estimativa do valor da moeda no momento da transação.

Onde aparece o BRL?

Como estamos acostumados a lidar com siglas estrangeiras, podemos cair no erro de achar que esta é mais uma delas.

Ao ter o primeiro contato com esta sigla, parece coisa exclusiva dos gringos, não é mesmo? 

E sim, pode acontecer com frequência o aparecimento desta sigla em sites estrangeiros, mas não de forma exclusiva. 

Já que, esta sigla pode ser usada em sites nacionais apenas para representar o real. Então, não se confunda e aprenda abaixo qual a diferença dela para o R$.

Porque o BRL é diferente do Real?

Até aqui tudo bem? Que ótimo! Mas, cuidado para não cometer pequenos erros neste assunto. 

Apesar de ser algo relativamente simples, tenha em mente que BRL e Real são duas coisas distintas, apesar de serem confundidas. 

BRL é apenas uma estimativa de quanto o preço dos produtos vendidos custam, de fato, em real.

Cada site pode usar uma cotação diferente para definir o valor dos produtos em reais, mas nem sempre será o mesmo que bancos e operadoras usam. 

Quais outras cobranças de compras no exterior posso encontrar na fatura?

No momento de efetuar uma compra no exterior, o banco tem até 7 úteis dias para efetuar o processamento da compra. 

Apenas após este processamento é possível saber qual a quantia que será, de fato, cobrada pela compra do produto. 

Um fator importante a ser citado é que, todos os bancos (no Brasil) devem usar a cotação do dólar do dia no momento de fazer a conversão do valor. 

Esta regra é aplicada na intenção de facilitar o momento de pagamento do comprador. 

Confira abaixo algumas outras taxas que também podem ser cobradas e saiba mais sobre o BRL.

IOF

IOF é a sigla para Imposto sobre Operações Financeiras. Você sabe como funciona este imposto? Aqui nós vamos te explicar.

O IOF é um imposto federal que visa obter um controle maior dos créditos no Brasil. Cada taxa cobrada é vista como um recolhimento proporcional dos investimentos. 

Esta taxa é cobrada em operações feitas com o cartão de crédito, câmbio, seguros.

Também pode ser aplicada em qualquer operação titular e de valores imobiliários (Bolsa de Valores ou fundo imobiliário).

   Veja quanto é cobrado em cada uma destas operações:

  • Câmbio– 6,38% do valor usado na compra de moeda estrangeira, física ou usando o cartão internacional;
  • Seguro– o valor cobrado varia entre 7,38% e  25%;
  • Cartão de crédito, empréstimo e financiamento: É cobrado 0,38% de IOF e tem um limite de 3%;
  • Títulos e fundos imobiliários: 1,5% ao dia.

Estes números não valem apenas para quem deseja viajar ou realizar compras no exterior. 

É sempre bom que todos se mantenham atentos a estas variações de IOF, pois são pequenas porcentagens cobradas em diversos âmbitos. 

Para não ficar nenhuma dúvida, vale frisar que IOF é um imposto cobrado por operações e não é o mesmo que taxa de juros. 

Por exemplo:

Se você atrasar o pagamento da sua fatura, terá que pagar a taxa de juros e ainda o IOF para o governo.

O valor cobrado de IOF aparece na fatura final do cartão, é inevitável e não pode ser parcelado.

Nossa dica é: evite o atraso das suas contas e controle os gastos, assim, não terá surpresas com a sua fatura e com o BRL nela.

Taxa de operação

A taxa aplicada em compras do exterior depende de algumas variantes, entre elas está o modo de pagamento da compra.

Esta cobrança acaba sendo super importante no valor final da compra e na transação em BRL.

Assim, para quem gosta de realizar compras com o cartão no exterior, é pago 6,38% sobre o valor dessas compras em real. Já para quem prefere o dinheiro vivo é pago apenas 1,1%.

Como evitar surpresas com o BRL?

Agora que você já sabe as principais informações sobre BRL, chegou o momento de te falar quais cuidados devem ser tomados para que não seja surpreendido com a fatura no final do mês. Confira algumas dicas:

  • Compras na moeda original: uma maneira simples e prática para evitar surpresas em sua fatura com compras no exterior, é comprar na moeda original;
  • Produto na moeda de origem: procure sempre visualizar o produto que tens interesse na sua moeda de origem, sem conversão;
  • Altere a página: algumas páginas de compras já mostram direto o valor em BRL. Neste caso, procure pela página que está navegando a opção na qual consiga visualizar o valor original.

Se você está procurando uma forma de investir, é bom ter em mente que comprar moeda não é investir

Ao investir, aplicamos uma quantia de dinheiro na intenção de ter um retorno considerável a longo prazo. 

Assim, ao comprar o dólar que, por exemplo, esteja valendo R$3,00 e quando vender, estiver valendo R$5,00 você terá ganho, mas não é considerado um investimento. 

Esta ação é vista como especular que foca no retorno a curto prazo.

Neste artigo, abordamos as principais informações importantes sobre BRL e IOF, abordamos suas principais formas de atuação e demos dicas de como não ficar no vermelho e se enrolar com a porcentagem de imposto cobrada. 

Esperamos ter esclarecidos todas as dúvidas sobre o assunto e que as dicas sejam eficazes. 

Então, ficou com alguma dúvida sobre o BRL? Se sim, deixe aqui nos comentários e confira o nosso site para aprender ainda mais sobre assuntos financeiros.