Consórcio de Educação: Como Funciona?

Por: Alison Pitangueira em 29/01/2021
Consórcio de Educação: Como Funciona?

Investir em um consórcio de educação é uma ótima para quem deseja dar continuidade aos estudos e se capacitar cada vez mais na profissão. É possível fazer o pagamento da faculdade utilizando o consórcio, sabia?

Os planos desse tipo de consórcio funcionam como os consórcios de automóveis. O investidor vai escolher o valor total que precisa para pagar o curso (conhecido como carta de crédito), decidir a duração do plano e o valor da prestação que pode pagar.

Uma das grandes vantagens de investir em um consórcio de educação é que, com um bom planejamento, você é quem vai controlar o dinheiro.

E aí? Ficou interessado? Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue na leitura com a gente! Como funciona este tipo de consórcio? Quando vale a pena entrar em um consórcio de educação? Saiba estas e outras respostas, a seguir.

Como funciona um consórcio de educação?

Podemos definir o consórcio como um sistema de compra planejada.

Nele, um grupo de pessoas vai poupar dinheiro para adquirir, no futuro, um bem ou serviço. Geralmente, são pessoas que priorizam o investimento e o planejamento de médio e longo prazos, visando as vantagens que isso pode oferecer.

O consórcio de educação é um planejamento feito na modalidade de serviços. Vale lembrar que o consórcio não tem juros, pois se trata de um grupo de pessoas contribuindo com parcelas mensais.

A administradora de consórcio reúne os valores pagos no mês por todos os participantes do grupo, e esses montantes são liberados para os contemplados na assembleia subsequente ao vencimento da parcela.

Nesse sistema, há duas formas de contemplação: pelo sorteio ou pelo lance. Todo mês ocorre o sorteio em que algum consorciado é contemplado. No entanto, o participante também pode ofertar um lance e antecipar a contemplação.

Consórcio Para Educação à Distância, é Possível?

Em 2005 foi publicado o documento Fórum das Estatais pela Educação: Universidade Aberta do Brasil, com o objetivo de constituir as bases para a organização de consórcios públicos para a oferta da Educação à Distância no Brasil.

Esse fórum foi apresentado como uma iniciativa conjunta entre o Fórum das Estatais pela Educação, o Ministério da Educação (MEC) e a Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES).

O teor do texto apresentou a necessidade da democratização do acesso à escola por meio de iniciativas públicas. Há uma interpretação que vincula o acesso à educação, às tecnologias de informação e à comunicação e EAD, como se a integração dessas iniciativas fosse fomentadora automática da melhoria da qualidade da educação. De acordo com o documento:

A estrutura básica da UAB e dos Consórcios deve se assemelhar mais a uma ‘fábrica’, enfatizando a alta produção de cursos (planejamento curricular e pedagógico; preparação de roteiros de cursos; produção audiovisual; de textos de acompanhamento; atendimento a suporte ao aluno; avaliação do aluno e do curso), via várias formas tecnológicas. (BRASIL, 2005, p. 10)

A consolidação da proposta desse documento se dá com a publicação do Decreto nº 5.800 de 8 de junho de 2006 que dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Quando Vale a Pena Entrar em um Consórcio Para Pagar Meus Estudos?

Há três melhores momentos para você investir em um consórcio de educação. Confira:

1 – Quando você puder pagar antecipadamente

Se fazer um curso está nos seus planos e você ainda tem tempo, o consórcio pode ser uma ótima opção.

Afinal, você começa a pagar as mensalidades e, assim que for sorteado, vai ter o dinheiro em mãos para começar a faculdade, pós-graduação, curso de especialização ou intercâmbio. E o melhor: negociando valores!

2 – Quando você tem dinheiro para dar o lance

Esse dinheiro a mais pode ser utilizado para você levar a carta de crédito do seu curso tão desejado sem depender apenas do sorteio.

Depois disso, você continua pagando apenas as prestações do consórcio.

3 – Quando você quer programar a faculdade do seu filho

Caso o seu filho tenha entrado no ensino médio, você já pode começar um consórcio de educação. Dessa forma, poderá ser sorteado até ele terminar os estudos na escola e prestar o vestibular.

Lembre-se que, com o dinheiro em mãos, você pode negociar um ótimo desconto no pagamento do curso.

Se você tiver pressa — no caso de um intercâmbio que você deseja fazer ainda este ano, por exemplo —, existe a possibilidade de ofertar um lance e antecipar a contemplação.

Vantagens de Fazer um Consórcio de Educação

O consórcio como uma opção para pagar um curso tem diversas vantagens. Não é preciso depender do governo e de ninguém para começar os estudos na data que você programou.

Além disso, não há cobrança de juros. Mais um grande benefício do consórcio é ter todo o dinheiro em mãos para quitar o curso.

Grande parte das faculdades garante bons descontos para quem realiza o pagamento das prestações do semestre à vista, permitindo que você economize dinheiro para pagar o restante das mensalidades do consórcio.

Se o seu objetivo é se planejar para conseguir investir em um bom curso superior e alavancar a sua carreira, o consórcio de serviços é uma excelente opção para você pagar a faculdade. Além disso, é uma ótima forma para os pais de filhos no ensino médio garantirem o futuro deles.

Qual o Valor Máximo do Consórcio de Educação?

Cada cota tem o limite de R$ 30 mil, valor que pode ser dividido em até 40 parcelas.

Como é Feito o Pagamento das Parcelas de um Consórcio de Educação?

Nesse tipo de consórcio os planos variam de 20 meses até 40 meses. Isso significa que se você não for sorteado rapidamente, pode ser que tenha que esperar um pouco mais.

A única maneira de adiantar a contemplação é por meio de lances. Por isso, o consórcio é uma excelente opção para quem não consegue economizar ou para quem não está com pressa.

De Que Maneira é Feito o Pagamento das Parcelas de um Consórcio?

O pagamento é igual aos outros tipos de consórcio. Ao aderir uma cota em um consórcio de serviços, o participante recebe um carnê com boletos para o pagamento das prestações.

Como qualquer outra conta mensal, o pagamento será realizado por boleto bancário. Nele, devem constar além da data e do valor de pagamento, outras informações como o número de pessoas sorteadas no mês anterior.

Caso o consorciado atrase um pagamento, ele terá uma incidência de multa de 2%. Além disso, não será possível participar dos próximos sorteios até que a situação se regularize.

Como Escolher um Bom Consórcio de Educação?

Na hora de escolher um consórcio de educação, lembre-se de que todas as administradoras precisam ser autorizadas a funcionar pelo Banco Central (BC). Você pode conferir no próprio site da instituição reguladora .

Também é importante procurar mais informações da administradora na internet. Verifique as mídias sociais e sites de reclamações para saber como é a reputação do negócio.

Além disso, leia com muita atenção o contrato antes de fechar negócio. É importante estar ciente de tudo o que está no contrato para não ter surpresas desagradáveis no futuro.

Ficou interessado e quer conhecer um pouco mais sobre o nosso consórcio de serviços? Então faça uma simulação agora mesmo!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*