Quitar dívidas: o passo a passo para quem quer sair do aperto e começar a poupar 

Quem nunca teve uma dívida, que atire a primeira pedra; se você quer quitar de uma vez por todas, acompanhe este artigo

Quitar dívidas é libertador e possibilidade a realização de sonhos
Por: Da Redação em 15/04/2021

Atire a primeira pedra quem não possui nenhuma dívida na praça. Se você não tem nenhuma, continue lendo o artigo também. Vai te ajudar a não comprometer o seu dinheiro da forma errada.

Agora, se você tem, sabe como é difícil fazer planos, já que sua cabeça só fica refém de como se livrar dessa bola de neve que assombra seu salário todo mês. 

A maioria das dívidas que fazemos é pensando que vai dar para pagar. Quando a dívida fica para o futuro, sempre pensamos que vamos dar um jeito.

Mas o vencimento chega e a solução não. Daí começa o problema. A dívida se acumula, você se desesperar e começa a tomar decisões piores em relação ao seu dinheiro. 

E como sair disso? Se você pensa que não tem solução, está muito enganado. O processo de quitar dívidas pode ser penoso, mas é recompensador no final.

O primeiro passo é analisar o que fez você criar essa dívida. Ela foi realmente necessária? Na maioria das vezes, as dívidas são geradas com compras que poderiam ter esperado um pouco mais ou em aquisições que eram um mau negócio.

Olhar com atenção para as dívidas é um dos quesitos que dizem respeito à educação financeira de qualquer pessoa. 

A partir do momento que você entende o que levou você a criar essa dívida, fica tudo mais fácil para que você não repita o mesmo erro no futuro. Porém, para quitar dívidas, você precisa organizar o seu dinheiro.

Logo, ter organização financeira é o principal passo para acabar de vez com o comprometimento do seu dinheiro. 

Como organizar as finanças para quitar dividas

Se você chegou até esse texto, com certeza está precisando de ajuda. Quitar seus débitos é a sua prioridade no momento. Assim, seu dinheiro fica livre para que você possa fazer investimentos prósperos e nunca mais errar com a sua grana. 

Quando falamos em organização financeira, você vai precisar de algumas ferramentas que podem te ajudar. E quais ferramentas são essas? Existem muitos aplicativos no mercado que vão te auxiliar na organização do seu salário.

Alguns deles concentram toda sua vida financeira, gerando relatórios e trazendo transparência para como você gasta seu dinheiro. O GuiaBolso é um desses aplicativos, por exemplo. 

Na hora de organizar as finanças para quitar dívidas, você precisa colocar às claras exatamente quanto você ganha e o quanto você gasta. Organize seus gastos fixos, como contas da casa e o aluguel, por exemplo. Depois dessa etapa, é hora de fazer alguns sacrifícios. 

Economizando para quitar dívidas

É muito certo que na sua rotina você tenha gastos que não são necessários.

Muitas vezes decidimos jantar ou almoçar fora, comprar um mimo para nós mesmos ou participar daquele happy hour com a galera do trabalho.

Nesse momento, sua prioridade são as dívidas, então alguns cortes serão necessários. Tenha em mente que excluir esses hábitos não é algo permanente, você só fará isso para justamente se livrar das dívidas e usar seu dinheiro de maneira confortável, inclusive para se divertir. 

Na sua casa, tente trocar os produtos por outros mais baratos e ao fazer compras, tente fazê-las para o mês inteiro. Idas recorrentes ao mercado faz com que a gente gaste muito mais. 

Se puder, economize também nas contas de água e energia. São poucas atitudes que mudamos na nossa rotina e que fazem toda a diferença na hora de quitar dívidas. 

Ao final do mês, você vai perceber que economizou bastante e enxergará a luz no fim do túnel para encerrar aquele débito que te assombra. Junte esse dinheiro da economia, com o objetivo de quitar dívidas. 

Negociando os débitos para quitar dívidas

A empresa ou pessoa para qual você deve só quer receber o que é dela. Dessa forma, saiba que as possibilidades de negociação são inúmeras e com certeza você encontrará uma alternativa que atenda ao seu bolso.

Entre em contato e seja sincero sobre as condições de pagamento que você pode arcar no momento.

O ideal é que você quite a dívida inteira de uma só vez, mas se não for possível, tente parcelá-la o mínimo possível. 

Depois de concluir essa etapa, é hora de nunca mais envolver o seu dinheiro em transações que vão lhe causar prejuízo no futuro. Alguns hábitos podem ser adotados para evitar novas dívidas. 

7 passos para quitar dívidas ganhando pouco

  • Entenda sua dívida;
  • Liste todas as suas dívidas e tente renegociá-las;
  • Crie um planejamento financeiro e siga-o à risca;
  • Poupe, ainda que seja pouco;
  • Pague as dívidas com juros mais elevados;
  • Evite mais débitos;
  • Expanda seus conhecimentos sobre educação financeira.

Quitar dívidas para sempre (e como não gerar novas)

Se você não quer mais comprometer o seu dinheiro de forma indevida, trazemos para você algumas formas que podem te ajudar. 

Com certeza você tem algo parcelado no cartão. Se já parcelou alguma coisa, sabe como é frustrante se sentir amarrado àquilo por meses.

O parcelamento é uma dívida e, na maioria dos casos, que poderia ser evitada. O correto é que você compre o que precisa à vista. Ao analisar o parcelamento, você pode perceber que aquele item não precisa ser comprado imediatamente.

Logo, junte a grana por um tempo determinado e compre à vista. 

Mantendo o planejamento financeiro para quitar dívidas e investir

Você iniciou um planejamento financeiro para se organizar e quitar os seus débitos. Mas você não deve parar por aí. Ao terminar de quitar sua dívida, você deve continuar se organizando financeiramente.

Se aprofunde cada vez mais nesse universo para alcançar a sua liberdade financeira. 

Agora, toda economia que você fizer, não será destinada para o pagamento de dívidas, mas sim para investimentos. Ao não ter nenhum débito te assombrando, você consegue traçar objetivos para o futuro e conseguirá ter um estímulo maior para continuar nesse plano. 

Nós separamos aqui um artigo completo de como iniciar o seu planejamento financeiro e ter uma vida de abundância. É só clicar aqui. 

(Redação: Pamela Gaudio)

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*