Educador financeiro: qual é a importância desse profissional? 

Por: abner em 30/06/2021
educador financeiro

Conduzir bem o dinheiro a fim de evitar dívidas não é uma tarefa simples. Por esse motivo, o educador financeiro é um profissional bastante necessário nos dias de hoje. 

Não apenas as empresas, mas também para pessoas que procuram por um educador com o intuito de obter orientações sobre o modo como direcionar sua renda, manter o patrimônio, prevenir transtornos financeiros e muito mais. 

Neste texto, explicamos o que é um educador financeiro e por que esse profissional é essencial nos dias de hoje. Por isso, continue a leitura. 

O que é um educador financeiro? 

O educador financeiro é um profissional que oferece serviços relacionados à instrução financeira. Ou seja: ele é responsável por direcionar os cidadãos e instituições para lidarem melhor com suas finanças e com o próprio negócio. 

Cabe a esse profissional identificar as causas dos problemas dos clientes, auxiliá-los a mudar padrões equivocados sobre a organização das finanças e orientá-los em relação às práticas saudáveis e conscientes com o dinheiro. 

Por conta da preocupação com as finanças, a busca por esse profissional é cada vez mais frequente. Isso explica o motivo de muitas pessoas e empresas procurarem um educador financeiro para auxiliá-lo com a organização do seu patrimônio. 

Qual é a função do educador financeiro? 

Sabemos que não são todos os brasileiros que lidam bem com o próprio dinheiro. Muitos que têm ótimos salários e alto poder aquisitivo, porém, vivem endividados ou veem seu dinheiro escapar antes de acabar o mês. 

Há também vários exemplos de empresa que passam por maus bocados e até decretam falência em razão da falta de habilidade para gerir o patrimônio. 

Uma das causas dessa falta de organização financeira é a ausência de informação sobre o assunto. Por esse motivo, o apoio de um educador financeiro é tão necessário, visto que sua função é disponibilizar informações para que as pessoas ou empresas consigam lidar com suas finanças

No entanto, como esses conteúdos podem ser disponibilizados?  Um educador financeiro pode oferecer essas informações de diversas maneiras conforme a lista a seguir: 

Atendimentos individuais 

Uma forma de oferecer conhecimentos sobre finanças é por meio do atendimento individual. Esse serviço pode ser oferecido a pessoas, organizações sociais, instituições públicas e empresas de pequeno a grande porte. 

Palestras 

É muito comum ver palestras ou outros tipos de evento, como workshops e conferências, entre outros, sobre educação financeira. Essas convenções são, geralmente, promovidas por instituições financeiras e comerciais reunindo empreendedores e funcionários de empresas. 

Muitos cursos de instituições de ensino superior também costumam organizar esse tipo de evento a fim de instruir os seus estudantes e prepará-los para o mercado de trabalho. 

Cursos 

Os cursos sobre educação financeira são cada vez mais comuns nos dias de hoje. Eles são disponibilizados por fundações, organizações financeiras e comerciais e instituições de ensino com o objetivo de atender à crescente demanda de pessoas interessadas em iniciar na área de investimentos ou em abrir o próprio empreendimento. 

Há também pessoas que buscam por esses cursos com o intuito de aprender a lidar melhor com o dinheiro e organizar suas finanças. 

Como ser um educador financeiro?

Um educador financeiro não necessita ter uma formação específica. No entanto, é muito comum que esse serviço seja exercido por profissionais com formação em Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Economia, Gestão Financeira, entre outros cursos. 

É importante enfatizar, porém, que para exercer essa função é necessário ter uma ampla bagagem na área e reunir características fundamentais para oferecer esses conhecimentos. 

A primeira delas é um excelente conhecimento sobre a área financeira. Esse alicerce pode ser adquirido por meio de livros sobre finanças, negócios e educação financeira, materiais didáticos de escolas de formação, além de cursos, especializações, palestras etc. 

Outro ponto crucial para atuar como educador financeiro é ter uma experiência consolidada no ramo. Afinal, para conduzir e traçar planos e estratégias é preciso saber como colocá-los em práticas de maneira assertiva. 

Uma preocupação muito habitual entre os educadores financeiros é em relação ao fato de ensinar os demais. Isso porque a didática e a forma de transmitir os conhecimentos são fundamentais. 

Por isso, para adquirir uma boa didática e saber como conduzir o ensino da melhor maneira é por meio do oferecimento de aulas, palestras e conduções de reuniões com equipes de empresas. 

Educação financeira e sua importância na sociedade 

Um educador financeiro deve compreender muito bem o papel da educação financeira em uma sociedade, sobretudo em um país como o Brasil, que sofre com a desigualdade social e conta com um grande número de inadimplentes e pessoas com o nome do SPC ou Serasa. 

O profissional dessa área precisa ter em mente que a educação financeira é uma ferramenta que pode promover o desenvolvimento econômico e social, gerar renda e evitar que as pessoas se prejudiquem por conta da inabilidade de organizar suas finanças. 

Comprometimento com os clientes

As pessoas, quando buscam um educador financeiro, fazem isso com o objetivo de solucionar um problema. Por esse motivo, o profissional precisa ter comprometimento, empreender esforços e conhecimentos a fim de sanar a dificuldade apresenta.

E isso requer atenção e dedicação para compreender quais motivos levaram as pessoas à condição, o que precisa ser modificado e quais caminhos devem ser seguidos. 

Portanto, o comprometimento precisa ser uma característica intrínseca do educador financeiro. 

O educador financeiro é um profissional de muita importância e bem requisitado nos dias de hoje. Seus serviços são fundamentais para solucionar problemas e manter a gestão saudável do patrimônio de pessoas e instituições. 

É importante, no entanto, que ele tenha conhecimento, experiência, didática e comprometimento para lidar com as questões que envolvem a área financeira. 

Para saber mais sobre esse assunto, basta dar um clique nos outros conteúdos que temos no site: Plusdin News