Portabilidade de empréstimo: o que é e como funciona

Já imaginou pagar menos juros no seu empréstimo? A portabilidade torna isso possível; saiba como

Portabilidade de empréstimo
Por: Gustavo Marlieri em 21/04/2021

Na vida, estamos sujeitos a mudanças constantes. Por esse motivo, quem tem um empréstimo pode perceber, em algum momento, que as parcelas estão pesando no bolso mais do que deveriam. É nesse momento que a portabilidade de empréstimo entra em cena e pode ser uma “mão na roda” para quem precisa sair do sufoco.

A possibilidade de trocar um empréstimo com juros maiores por outro mais vantajoso foi estabelecida pelo Banco Central ainda em 2013. De lá para cá, as pessoas ganharam mais liberdade para contratar operações de crédito, sabendo que podem fazer essa mudança quando surgir uma proposta mais interessante.

A partir de agora, você irá conhecer melhor esse serviço e saberá quando vale a pena pedir a portabilidade.

O que é portabilidade de empréstimo?

Antes de responder a essa pergunta, te farei outra: alguma vez na vida você já mudou a operadora de seu celular? É bem provável que a sua resposta tenha sido sim, mas se foi não, aposto que você já ouviu falar disso em algum momento, não é mesmo?

A portabilidade de empréstimo é algo muito parecido com a portabilidade de celular. Na prática, você transfere o seu contrato de empréstimo de um banco para outro e, com isso, consegue diminuir os juros do empréstimo, melhorar as condições de pagamento e, em alguns casos, pegar um “troco” na operação. No entanto, poucas pessoas sabem que isso existe, o que não é mais o seu caso a partir de agora.

Como funciona a portabilidade de crédito

A portabilidade de crédito funciona de uma maneira bem simples: o banco atual fornece os dados completos da dívida ao novo banco que você escolheu. Em seguida, o novo banco faz a quitação antecipada do empréstimo no banco anterior e te concede um novo crédito com as novas condições.

Documentos necessários

O interessado em solicitar a portabilidade do empréstimo deve apresentar ao novo agente financeiro os seguintes documentos:

  • Identidade (RG ou CNH);
  • CPF;
  • Comprovante de endereço (conta de água, luz, telefone etc.);
  • Extrato do salário ou benefício do INSS; e
  • Boleto de quitação.

Quanto tempo leva para fazer essa operação?

O prazo total para a conclusão da operação de portabilidade de crédito é de, em média, cinco a dez dias úteis. No entanto, o prazo pode variar em razão de uma série de fatores, tais como a política de crédito praticada pelo agente financeiro e o tempo que você leva para entregar a documentação necessária.

Quais bancos fazem a portabilidade de empréstimo?

A portabilidade de empréstimo é um direito do consumidor e, por conta disso, você pode fazer a mudança para a instituição financeira que desejar. A maioria dos grandes bancos e financeiras estimulam essa prática, inclusive, oferecendo condições especiais para que as pessoas tragam o seu empréstimo para a instituição.

Vale lembrar que você pode fazer a portabilidade de diferentes tipos de operações de crédito, como:

  • Débitos de cartão de crédito;
  • Empréstimo pessoal;
  • Empréstimo consignado;
  • Crédito imobiliário;
  • Cheque especial; e
  • Financiamento de veículos.

Tire suas dúvidas sobre transferência de empréstimo

Tem alguma dúvida sobre a portabilidade de empréstimo? Confira, a seguir, a resposta a algumas das questões mais comuns sobre o assunto.

Com quantas parcelas pagas posso fazer a portabilidade de empréstimo?

Não há um senso comum entre os agentes financeiros acerca da quantidade de parcelas que já devem ter sido pagas para que alguém possa solicitar a portabilidade de crédito. No entanto, a regra geral é de que pelo menos 15% do número total de parcelas já estejam quitadas antes que o cliente possa pedir a mudança.

Posso fazer a transferência de crédito devendo o banco?

Sim e, inclusive, essa transferência pode te ajudar a sair dessa dívida. Ou seja, se o seu pedido de portabilidade for aprovado pelo novo banco, este quitará o débito e você passará a pagar o novo empréstimo nas condições fixadas na portabilidade.

Quanto custa?

A portabilidade de empréstimo não tem custos ao consumidor, no entanto, o novo banco pode cobrar as taxas referente a confecção de cadastro para início de relacionamento.

O que fazer se o banco recusar minha portabilidade de empréstimo?

O banco do qual você está saindo é obrigado a acatar o pedido de portabilidade e a fornecer as informações que você precisa para concluir a operação. Assim, caso você encontre alguma dificuldade para realizar a portabilidade, poderá registrar uma reclamação junto ao Banco Central do Brasil, que tomará as providências cabíveis para garantir o seu direito.

Guia para pedir a portabilidade do empréstimo

Agora que você já sabe que pode pedir a portabilidade do empréstimo, confira os passos que devem ser seguidos para que você faça a sua:

O primeiro passo é procurar uma instituição financeira que ofereça taxas de juros melhores e esteja interessada em receber o seu empréstimo.

Na maioria das vezes, as pessoas fazem a portabilidade para reduzir o endividamento, fugir de problemas com o banco de origem ou mesmo para pegar um “troco” na operação. Por isso, há muitos agentes financeiros interessados nesse público que deseja fazer a migração.

Em seguida, será necessário pedir ao banco de origem as informações necessárias para a quitação antecipada da dívida. As informações necessárias para portabilidade e que devem ser fornecidas pelo banco anterior são:

  • Saldo devedor atualizado;
  • Número do contrato;
  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor;
  • Modalidade do crédito contratado;
  • Taxa de juros anual;
  • Prazo total;
  • Sistema de pagamento utilizado;
  • Valor unitário da parcela (com encargos); e
  • Data do vencimento da última parcela.

O próximo passo é apresentar a documentação solicitada pelo novo agente financeiro, juntamente com os dados da dívida, para que seja realizada a contratação do novo crédito.

O tempo para a efetivação dessa etapa varia de uma instituição financeira para outra e, como visto anteriormente, pode levar até 10 dias úteis.

Por fim, o novo banco escolhido por você irá quitar a dívida com o banco anterior e você passará a pagar as parcelas de seu empréstimo ao novo banco, no prazo e dentro das condições escolhidas durante o processo de portabilidade.

Ficou com alguma dúvida? Escreva para a gente aqui nos comentários e conte com o Plusdin se precisar de ajuda para contratar o seu empréstimo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*